30 de abr de 2007

Flanar, flanar, flanar


Os franceses inventaram um dos verbos que eu mais gosto: flanar. É claro que eles tinham que inventar um verbo desses: quer cidade mais inspiradora que Paris? E quer lugar melhor que Paris para flanar, flanar, flanar??? Muitos blogs de turismo têm discutido nos últimos dias o slow travel ou, como diz o Riq, o nunca-cheguismo de alguns turistas. Aqueles que têm mania de achar que têm que bater cartão em todos os monumentos da cidade, só pra dizer que já foram, e poder passar logo pro próximo roteiro. Aquele tipo de turista que faz 30 países em 30 dias, sabe? Aliás, eu acho que existe uma grande diferença entre turista e viajante, mas essa já é uma outra discussão, pra outro post.

Voltando à Paris (adoooooro Paris), já pensou ir pra lá, bater cartão rapidinho em tudo, ver a torre do ônibus da excursão, entrar no Louvre só pra ver a Monalisa (conheço gente que nem entrou!) e ir embora sem flanar às margens do Sena, sem flanar na Place des Vosges, sem flanar em Montmartre e de repente sentar num dos muitos cafés charmosos de lá (como o simpático Les Deux Moulins, da fofa Amélie Poulin), sem ficar de bobeira no Trocadero, sem fazer pic-nic com queijos e vinhos franceses no Campo de Marte, sem se perder pelo Marais, sem ouvir o órgão de Notre Dame????
Ai, Paris...Esse, pra mim, é o destino ideal para flanar, flanar, flanar...

11 comentários:

Tania disse...

Flanar? ãh? Acho que eu sou da outra categoria de turista (ou é o viajante?) que curte bater cartão em alguns monumentos, andar na parte de cima do ônibus da Open Tour com foninho no ouvido, tirar fotos e fotos e muitas vezes nem lembrar o nome do lugar depois...hehehe... Isso pq eu me empolgo tanto com os lugares e nunca sei se vou ter outra chance de voltar... No caso de Paris, já tive a feliz oportunidade de ir duas vezes...Mas olha só....subi na Torre, fiquei um tempão lá em cima só contemplando e tentando identificar todos os pontos importantes da cidade naqueles balcõesinhos com números; vi um pedaço da missa em Notre Dame (não, não entendi nada); fiquei um dia só no Louvre, ainda usando o audio guide e pegando carona nas excursões com guia que falava português; andei a Champs Elysées inteira à noite e sentei num banquinho pra comer baguete; morri de frio no Bateaux Parisiens (concorrente do Bateaux Mouche, haha) no Sena.... Bom, apesar de sempre ser, como definiu meu amigo, uma olimpíadas, acho que esse é nosso jeito de dar uma "flanadinha" por aí!! =)

Mari Campos disse...

Pois é, Tânia, acho que vc pegou o espírito da coisa. Todo viajante quer conhecer os cartões postais da cidade e fica deslumbrado, empolgado, ansioso pra ver tudo. E é assim que a gente curte a viagem, com mais ou menos tempo, aproveitando tudo. Tem roteiros mais apertadinhos, com poucos dias, que nem dá pra flanar muito...rs.Mas fala se não é diferente passar o dia no Louvre e só tirar foto rapidinho na frente da pirâmide pra já ir correndo pra outra atração? Tirar foto na frente da pirâmide é conhecer o Louvre????

P.S.: que delícia comer baguette na Champs Elysées!!!

Rô disse...

Hummm... que saudades de flanar em Paris... Tem dica de um hotel legal e baratinho por lá? A cidade é tão cara...

Mari Campos disse...

Da última vez, ficamos no Comfort Inn Saint Pierre, da rede Comfort Inn. É simples, mas com quartos e banheiros novinhos, bom café da manhã e fica no comecinho da subida para a
Sacre-Coeur, em Montmartre. A diária para duas pessoas custou 52 euros, com o café incluso.

aline fontanetti disse...

Quero "flanar" em Paris tb um dia...pelo que conheço muito por fotos e vídeos, muita gente que conheço já foi pra lá, principalmente em lua de mel, ou então comemorar algum ano de casamento .....me contam, mostram tudo de lá...cidade maravilhosa que inspira romantismo...quer coisa melhor??

Diz disse...

Descobri seu blog ao acaso seguindo Paris. Irei até lá flanar, sem falta. Não morro antes de.
Abs,Laura

joao disse...

eu gostaria de grafitar o nome joao

Uma Das Três disse...

Olá,
Gostaria de saber como é o clima na Europa em abril, pretendo ir para Itália, Espanha, Paris, Londres e Praga.

Obrigada

Pelo Mundo disse...

UmaDasTres, o tempo na Europa anda uma loucura. Eh bom checar antes da viagem por garantia, ainda mais que muda um pouco de um pais para outro. Em abril, na Italia, por exemplo, costuma chover razoavelmente. Mas as temperaturas em todos os paises ja estao razoaveis, com a primavera. Nao va esperando calor, nao; costuma fazer friozinho primaveril, do tipo de colocar um casaquinho fino ou sueter na maioria dos dias, ok?

Paty disse...

Estive em Paris pela 1a. vez agora em setembro, e realmente é uma correria, vc quer fazer o máximo de coisas que puder pois realmente não sabe quando vai voltar. Mas com certeza é preciso curtir o local, também não me contento em passar rapidinho nos monumentos, gosto de sentir a atmosfera do local. Tanto que optamos na nossa lua de mel de ficar apenas na França (fizemos Paris, Mont Saint Michel e Provence em 18 dias). Se quiser visite o meu blog http://moradadevenus.blogspot.com/, neste mês estou postando sobre a minha experiência maravilhosa na França.
Bjs!

Danévita disse...

Gostaria de sair pelo mundo fazendo comida. É um sonho antigo e pretendo realizá-lo urgente!