6 de mai de 2007

Ramblas na capital uruguaia


A capital uruguaia lembra, e muito, o visual central da capital argentina. A Ciudad Vieja, que delimita o centro da cidade, traz os principais museus da cidade, além de ótimos cafés e restaurantes. Segura, com policiamento ostensivo, Montevidéu convida sempre a agradáveis caminhadas, mesmo de madrugada, quando as ruas estão cheias de gente voltando para casa depois dos agitos noturnos.
Para quem pensa em alugar um carro, compensa para conhecer os locais mais distantes da cidade e para ir a Punta Del Este, que é pertinho. O trânsito flui sempre bem, os carros sempre param nas faixas para os pedestres atravessarem e ninguém buzina.
Mas como as principais atrações estão bem no centrinho da cidade, é possível mesmo fazer tudo a pé. Durante o dia, o passeio pode começar pela Plaza Independencia, que ostenta o imponente Palácio Sálvio de um lado e a Puerta della Ciudadela do outro, com uma enorme estátua do General Artigas (o herói uruguaio) bem no meio. Entrando pela Puerta, você sairá na peatonal Sarandí, a principal rua do centro, só para pedestres, que guarda adoráveis travessas recheadas de livrarias e ótimos cafés, bares e restaurantes. As mais animadas casas noturnas (chamadas por lá de discos) ficam também por ali. Na Sarandí também ficam expostas permanentemente várias esculturas e obras de artes plásticas modernosas, sem falar nos vendedores de artesanato típico que também estão lá todos os dias. Nos sábados, eles lotam não só essa rua como a praça seguinte, a Plaza Constitución, onde fica a belíssima Igreja Matriz, com inúmeras barraquinhas de malhas em lã, artesanato regional e antiguidades. Nesta mesma praça, bem na esquina com a Sarandí, fica o Cabildo (Museu e Arquivo Histórico Municipal), antiga sede do poder, com museu (gratuito) expondo mobiliário antigo da casa governamental e exposições de arte contemporânea itinerantes.
Chegando no Porto – onde o rio da Plata e o oceano Atlântico se encontram – é imprescindível entrar no mercado. Restaurantes parilleros estão por toda parte, fazendo, o dia todo, o prato mais famoso do país, a parillada. Porções generosíssimas, exageradas, serão servidas se você pedir o prato mais famoso, chamado pelos locais de brasero.
Para ter uma boa vista da orla uruguaia, o melhor local é a Rambla Artigas, no lado esquerdo do porto. A cidade é todinha rodeada por belas praias, que, embora cheias no verão, não são em geral adequadas para banho devido à grande quantidade de pedras que possuem. Mas a vista vale a pena. No final da tarde, a Rambla fica cheia de gente correndo, caminhando ou simplesmente sentada nos inúmeros banquinhos espalhados na orla, observando o vai-e-vem das ondas.
Para levar para os amigos, os alfajores Punta Ballena (produzidos em Punta Del Este) são ótima opção na última hora e podem ser encontrados inclusive no aeroporto. E darão um gostinho de quero mais quando você saboreá-los, cheios de doce de leite, já em sua casa...

6 comentários:

Anderson disse...

Montevidéu é legal e é baratinho, mas Buenos Aires tem mais coisas pra fazer. Em se tratando de Uruguai, fico com Punta.

Janaína disse...

Punta só tem graça se for no verão, no inverno fica absolutamente deserta e sem graça, nada pra fazer. Montevidéu não é mesmo uma Buenos Aires, mas tem ótimos espetáculos na opera e comida de primeira, tudo baratinho.

Bruna disse...

Montevidéu é fofinha, num misto sul-americano e climinha espanhol, cheio de bons cafés e livrarias. A orla é linda e a vida noturna e cultural, ótimas. Já fui duas vezes e vou de novo se pintar.

maria eugenia disse...

Eu adoro o Uruguay e sua gastronomia, por este motivo, estou distribuindo os alfajores punta ballena, para quem se interessar, mande um e-mail para eximia@eximiaimport.com.br

Cida disse...

Montevideo é tranquila, ótima para passear, andar a pé nas Ramblas... inesquecível e adorável...

Maria Fernanda Martinez disse...

Montevideo é Maravilhoso, tranquilo e tudo natural. Perfeito, um lugar para descansar, pois lá o tempo é devagar.