6 de nov de 2007

BRA pede suspensão de seus vôos à Anac

Depois de muita especulação, a BRA anunciou na tarde desta terça-feira que pediu à ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) a suspensão temporária de todos os seus vôos domésticos e internacionais a partir de amanhã, dia 7 de novembro. A companhia aérea já havia suspendido seus vôos anteriores, após sucessivos atrasos e cancelamentos, alegando sérios problemas financeiros e operacionais (suas duas únicas aeronaves internacionais estão em manutenção há dias).
Esta suspensão temporária ficará valendo até que a BRA consiga novos investimentos para sanar seus problemas financeiros (que estão nas mãos da Brazil Air Partners, que no ano passado comprou 20% do capital da empresa). Ainda assim, a companhia garante que os passageiros com passagens já compradas pela BRA deverão ser transportados por empresas congêneres.
O presidente da BRA, Humberto Folegatti, renunciou no último dia 1º de novembro, após fechar acordo com alguns investidores para reestruturação da empresa. A General Electric Commercial Aviation Services, empresa de arrendamento de aviões, anunciou hoje que o contrato com a BRA para a compra de dois jatos Embraer 195 foi cancelado por atrasos no pagamento.

2 comentários:

patsy disse...

Que vergonha...

diogo disse...

Alô? Tem alguém em casa?

Bjo