10 de ago de 2008

Micos viajantes

É impressionante como o Rui Porto e o J.Pinto Fernandes, sem querer, estão quase todo mês antenados com meus pensamentos... ; )
Pois não é que abri o Turista Razoável desta edição da VT e lá estava:
"O mico em uma viagem é algo que nos engrandece. Você só se torna um ser humano completo depois de encarar uma situação constrangedora. Bem constrangedora."
Pois paguei um micão na minha viagem. Mas aprendi a lição, juro. E vou pensar que ele serviu para me engrandecer. : )))))))

9 comentários:

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

srsrssr Só quem já pagou micos e passou certas raivas em viagens sabe a raiva que dá! Mas essa é uma boa forma de encarar a situação realmente rsrs

Beijocas

Ju disse...

adorei a frase, vou anotar na minha cabeceira! hahahaha
Quem nunca pagou micos terríveis viajando, não viajou direito! hahahaha

Erika disse...

Nossa, nem me fale em micos, que acho que é o que eu mais faço quando viajo! Uns em maior intensidade, outros em menor, mas já tive micos históricos na rua, em hotel, em restaurante, em teatro, em aeroporto... sou praticamente um mico ambulante! Vou criar coragem e depois volto pra contar algum aqui ;)

Katia disse...

Também só preciso de um pouquinho de coragem - ou falta de vergonha na cara mesmo - pra começar a desfilar aqui TODOS os meus muitos micos viajantes....

Ro disse...

Ai, como é bom perceber que não se está sozinho neste mundo!!! hehehehe Ótimo saber que todo viajante que se preza já cometeu N gafes e micos nas suas viagens - e melhor ainda essa definição de que os ditos cujos nos "enobrecem"! Adorei.

Mila disse...

Já vomitei no meio do corredor de um navio MSC, já andei com os cabelos soltos numa mesquita no Marrocos, já andei por Londres um dia todo depois de sentar num parque num banco com tinta fresca, já fiquei uma hora esperando metrô na Alemanha (bem de madrugada, no horário em que eles estão off) e mais trocentos micos impublicáveis aqui. Tá bom ou ainda não? Quem nunca pagou micos, realmente não viajou - o J.Pinto tem super razão.

Carla disse...

Micos tenho muitos, desde insistir num portunhol sofrível quando viajo na América Latina até errar o quarto do hotel e só descobrir depois que já estava entrando... sou praticamente um turista-mico!

Chris Pessoa disse...

Hehe... e que mico você pagou Mari. Conta pra gente. :-))))
Bjo!

Mari Campos disse...

Chris, um dia eu conto, prometo ;))))