14 de mar de 2010

Para nao perder em Cape Town


Outros posts sobre os passeios, mais detalhadinhos, virao nos proximos dias la no Saia pelo Mundo. Mas aqui ja vou deixando os passeios, tours e atracoes que achei mais imperdiveis na Cidade do Cabo pra vcs.


Atracoes:
- Table Mountain. Um must do, claro. Eu fui logo no primeiro dia inteiro que tive na cidade; se o seu primeiro dia tambem tiver ceu azul limpo e dia ensolarado como o meu, va tambem, para garantir uma visao perfeita la de cima. Adoravel.

- Museus. Os mais legais sao o Galeria Nacional e o District Six. Dizem que o de Bo Kaap tambem eh lindo, mas estava fechado para reforma agora, entao nao posso opinar.

- City bowl. Vale muito a pena caminhar um pouquinho pelo centro da Cidade do Cabo e ver os Company Gardens, a Prefeitura, a Grand Parede (onde Mandela fez seu primeiro discurso ao ser libertado), o Castelo da Boa Esperanca, as catedrais e varias outras atracoes. So `a noite que fica bem desertinho.

- Greenmarket Square. Vendedores oriundos de varios outros paises africanos montam la suas barraquinhas todos os dias das 9h30 da manha ate 16h30. Pechinchar, e muito, 'e mandatorio; mas 'e sem duvida o melhor endereco da cidade para comprar lembrancinhas e artesanato - e ainda engatar altos papos com os vendedores, em sua maioria quenianos.

- Long Street. Eu esperava encontrar ahi uma especie de Kao San Road sul-africana pelo que tinham me contado. Ela estava mortinha durante todos os dias em que estive por la, mas tem enderecos curiosos em bares e cafes, cybers e ate para comprinhas, como a PanAfrican Market.

- Bo Kaap. Mesmo com o museu fechado, como aconteceu comigo, o coloridissimo bairro 'e um verdadeiro colirio para os olhos, curioso.

- Waterfront. Nao me deslumbrei com as compras como muitos dos brasileiros que encontrei no aviao de volta para o Brasil e nao tive paciencia para andar mais de meia hora pelo shopping V&A. Mas a area externa do Waterfront, cheia de barzinhos e com vista para a Table Mountain, 'e mesmo lugar agradabilissimo para um final de tarde ensolarado. E ainda tem um craft market bacana e duas curio stores bem bacanas para quem quer trazer artesanato de qualidade pra casa.

-Camps Bay e Seapoint. Os melhores enderecos em plena cidade para quem quer pegar uma prainha de verdade e tambem os mais agitadinhos em termos de vida noturna - mas infinitamente mais turistas que moradores locais por ali. Hout Bay fica mais afastadinha mas 'e o endereco da moda agora, daquele tipo "ver e ser visto", dia e noite.


Tours:

- City Sightseeing Bus. Em geral, eu nao curto nada, nada esses onibus turisticos. Mas, aqui, ate valem para uma visao geral da cidade no primeiro dia - e ele leva mesmo aos pontos principais, incluindo Table Mountain, os museus do centro, as praias etc. Doze euros um dia, vinte euros dois.

- Soccer Tour. Une num so tour visita ao novo estadio de Cape Town, a uma township e a um projeto de inclusao social pelo futebol na mesma. Otimo.

- Vinicolas de Stellenbosch e Franszhoek. Da pra fazer de carro, claro, parando mais tempo na cidadezinha que voce preferir; mas como as degustacoes em cada vinicola incluem quatro ou cinco vinhos, 'e mais seguro e prudente ir num tour. Os tours geralmente incluem passeios nas duas cidades e degustacoes em 3 vinicolas diferentes. Imperdivel mesmo. Se nao der tempo de ir (as cidades ficam a pouco mais de uma hora de viagem da Cidade do Cabo), va, ao menos, visitar as vinicolas de Constantia Valley, mais proximas do centro da cidade.

- Cabo da Boa Esperanca. Tambem da pra ir de carro, por conta propria, ou num tour. O tour faz algumas paradas legais pelo caminho - incluindo o curioso mercado de peixes de Fish Hoek (os peixes sao vendidos no chao e tem ate leao marinho zanzando por ali) e a colonia de pinguins em The Boulders (eles estavam la em pleno veraozao!) e depois para tanto no Cape Point como no acesso para o Farol do Cabo da Boa Esperanca, cuja subida puxada 'e ultra compensada pelas vistas deslumbrantes ao longo do caminho. 'E possivel tambem fazer diversas trilhas por ali. Mitico.

- Agencias para os tours. Testadas e aprovadissimas a Coffeebeans Routes e a Springbok Atlas. A Coffeebeans, alias, tem outros tours super diferentes que eu adoraria ter feito mas deu tempo (ou nao deu quorum), como o curioso Jazz Safari ou o Mini curso de Culinaria em Bo Kaap. Recomendadissima pelo Lonely Planet, mas que me transferiu de ultima hora para outra agencia para conhecer as viniculas, Daytrippers.

Nenhum comentário: