20 de jun de 2010

Moda pra viagem 1

Hoje vou tentar aqui uma nova "coluninha" de posts: a Mala Pra Viagem. Tenho recebido muitos emails e tuites de leitoras pedindo pra "ensinar" a fazer mala. Por enquanto, o tutorial não vem - mas tô pensando, sim, num passo-a-passo com fotos ou num videozinho quando fizer a próxima mala essa semana (vamos ver se rola), que é o que o pessoal mais tem pedido.
Enquanto isso não vem, vou tentar atender outra parte das solicitações, que é a de dar dicas de que peças levar numa mala de primavera-verão pra não deixar nada passar batido, não levar peças demais e estar sempre bonita e confortável. Claro que o que levar exatamente na mala depende de quem viaja (estilo é tudo, não?) e também do destino - afinal, uma mala de primavera-verão para a praia é bem diferente de uma para uma metrópole e tem gente que curte jeans e gente que curte mini-saia e shortinho (e ainda gente que curte tudo isso ou nada disso). Mas... vamos ver se ao menos as noções básicas funcionam aqui.

Na composição acima, estão indicadas algumas peças importantes numa viagem de "calor":
- o velho e bom jeans, que não costuma falhar com ninguém
- Havaianas (essas são pra quem viaja em clima de Copa ou patriotismo profundo :-D )
- blusinhas para dia e noite (o legal é caprichar nos acessórios para que uma mesma blusa ou camiseta possa ser usada tanto de dia quanto de noite, como acima o caso da camisetinha branca e do mini-vestido listrado, por exemplo)
- um sapato bem bom pra caminhar, como tênis ou sapatilha, confortável
- um sapatinho mais fofo pra sair na night, da sapatilha mais fashion ao saltão (vai do gosto da freguesa :-D )
- bolsona pro dia, pra caber tudo ao longo do passeio, e clutch pra usar de noite
- biquíni, always (aliás, eu levo sempre, mesmo no inverno, porque amo piscinas térmicas, hammans e afins)
- óculos de sol e relógio (dá pra levar mais de um de cada porque não ocupam espaço na mala e a mudança deles já dá uma baita diferenciada no visual)
- uma pashmina que funcione como canga, cachecol, lenço e afins
- jaquetinha ou casequeto, porque a temperatura pode cair de repente, principalmente à noite

Como nunca é demias lembrar: pack light. Levar roupas de cores mais básicas, que combinem entre si, e acessórios mais diferentes, garante uma mala mais levinha, que a gente consiga carregar e não custe excesso de bagagem, e garante a criatividade na hora de dar uma mudada no visual, mesmo "repetindo" algumas peças ao longo da viagem.

Pras meninas que andam pedindo fotolog moda de rua, como eu fiz no ano passado em Paris, prometo que vou tentar fazer o máximo possível nessa viagem durante o verão europeu.

E, pros meninos, peço zilhões de desculpas por esse post feminino demais. Contamos com sua compreensão e volte sempre, plisss ;-)

Dêem pitacos, por favor. Se funcionar esse estilo de post, logo, logo, vem o post com a mala de outono-inverno. Se não funcionar, eu penso em outras maneiras de postar o assunto, tá?

7 comentários:

Sylvia Lemos disse...

Coloquei o link no twitter a duas semanas atrás da minha bagagem para 8 dias em NY em junho.
O tag #viajarsemdespachar foi seguido a risca, não despachei na ida e na volta acrescentei´menos de 5kg ao peso com compras pessoais.
Não usei vestido e sandália e não levei jeans pois n~acho confortável no calor.
Olhem aqui:
http://migre.me/Gs2F

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Pois é, eu até entrei na sua tag, lembra? também acho excelente dar uma de George Clooney e viajar sem despachar, ao menos na ida, pra descomplicar tudo ;-)

Sylvia disse...

Claro que lembro !
Mas cá entre nós se o George estivesse junto não precisava levar nada além da escova de dentes e o chanel nº5 .

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Sylvia :-))))))))))))))))))))) (e um suspiro)

Carmem Silvia disse...

Eu costumo levar também umas roupinhas mais velhinhas. Uso, deixo por lá e compro umas coisinhas novas pra usar e trazer. Funciona!

Lu Malheiros disse...

Mari e meninas,
Eu procuro viajar leve, mas sem despachar a mala é complicado, já que não dar para levar alicate de unha e tesourinha a bordo...
Vou ficar aguardando os próximos posts. E vou correndo ver as dicas da Sylvia no twitter!
Bjs

Natália disse...

Gostei muito do post Mari!
Sou uma pessoa com um certo problema de síntese, mas que vivo lutando para reduzir minha bagagem. Mas sempre é bom, ter um checklist em mãos. Adorei a idéia da Carmem, de levar coisas velhinhas e deixar por lá, caso compre algumas coisas. Vou tentar adotar!
Qto a não despachar... Isso nunca aconteceu comigo =p
Mas vou ver o post da Sylvia tb!!!
De qquer forma, estou em busca da mala perfeita, e todos os seus posts sobre o assunto é bem vindo!
Beijão!