29 de abr de 2011

Bar Americain: beleza de jantar em plena Midtown

 Eu vou ser bem honesta: eu nunca tinha cogitado jantar no Bar Americain antes. E fui parar lá num domingo à noite pela mais simples das razões: foi o pessoal da Apple Core, do Hotel @ Times Square, onde eu estava hospedada, que me sugeriu jantar lá. E adorei a experiência.
 À primeira vista, em plena 52th St, pareceria turístico demais. Mas quando você entra, apesar de grande, você percebe que o menos tem ali dentro (ou ao menos tinha, quando eu estive lá) são turistas - new yorkers autênticos eram maioria.
(imagem divulgação do site do restô)
Com cardápio sob batuta de Bobby Flay´s e design do Rockwell Group, é um belo lugar para jantar com a família,com amigos ou com o love - do meu lado tava rolando provavelmente um second date, interessantíssimo por sinal.
Como eu não tinha expectativa nenhuma e o jantar foi mesmo delicioso, tudo pareceu ainda mais gostoso :-)))) Tartar de atum de entrada fabuloso, skate fish (primo da arraia) saborosíssimo de prato principal e uma chocolat tart inesquecível de sobremesa.
Em tempo: o bar do restaurante, hypadíssimo, além de servir um cosmopolitan irretocável, é belíssimo local para praticar o bom e velho people watching, no melhor estilo novaiorquino.

2 comentários:

Carol disse...

Mari, qual a melhor maneira de utilizar os meus pontos de cartão de crédito? É possível transferir meus pontos pra outra pessoa?

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Carol, a melhor maneira é muito subjetiva. Transferir os pontos para outra pessoa não pode, mas dá pra fazer com que outra pessoa do seu convívio aproveite também do benefício. Eu, pessoalmente, sempre transfiro os pontos dos meus cartões para meus programas de fidelidade de companhias aéreas, para transforma-los em milhas. Uma vez transformados em milhas, você pode emitir passagens tanto para você quanto para outras pessoas (seu marido ou alguém da sua família, por exemplo). Ou, dependendo do programa do seu cartão, você pode preferir resgatar os pontos em produtos pra casa, assinaturas de revistas etc - e daí também vale a mesma regra: pode resgatar os presentes para você ou da-los para outra pessoa.