5 de jul de 2011

La Posada: Portillo off the beat

 A noite em Portillo acaba cedo, é claro; afinal, todo mundo quer estar inteiro para as pistas no dia seguinte. A bem da verdade, não acaba cedo, não - tem música ao vivo todo dia após 22h30 no bar, que fica bem cheio (foto acima) e, quando acaba, o povo ruma para a disco, no subsolo (o que, por sinal, funciona muito - pode estar o sonzaço que for ali, com as paredes acústicas, não se escuta nadinha do lado de fora; meia noite o hotel parece estar em pleno silêncio)
A disco - com direito a bar próprio e fumacê - é legal, mas eu tinha ficado me questionando como fazia quem ficava uma semana inteira por lá, pra não enjoar de ir toda noite no mesmo lugar. Foi aí que minhas fontes me informaram que sim, havia um outro espaço na night portillense (!) que muito hóspede desconhecia: o La Posada.
Trata-se do pub local, logo depois que cruzamos a carretera que separa o hotel da vilinha onde vivem os funcionários. Por fora, apenas uma das muitas casinhas do pueblo. Por dentro, um pub movimentadérrimo onde funcionários e (poucos) turistas se encontram.
Na verdade, o reduto é tão dos funcionários que eu e mais três bravos companheiros eramos os únicos turistas por lá - reparem como as fotos são mesmo fruto de uma investigação jornalística, tiradas de qq jeito com o celular :-)))))) Invadir todo dia o espaço deles, acho que não é legal; mas ir uma ou outra noite pra variar, acho que vale. Só não dá pra ficar até tarde, ao menos pra quem é como eu: quando o povo se empolga pra dançar, só dá reggaeton... :-S

Nenhum comentário: