3 de ago de 2011

Ryanair: como foi minha experiência

Apesar de há muito tempo falar e escrever sobre low costs aqui e ali, eu nunca-nunquinha tinha voado na mítica Ryanair que, convenhamos, revolucionou mesmo o mercado de low fares na Europa.
Aproveitei a estada na Espanha nesse verão para dar umas escapadinhas a Dublin e a Milão, e os preços da Ryanair eram mesmo muito mais baratos que das demais companhias.
Não, eu não peguei nenhuma daquelas pechinchas de passagens a 10, 5 ou até 1 mísero euro, não – afinal, estamos em plena temporada e as tarifas não são tão amigáveis assim.  Mas meu irmão e alguns amigos já pagaram 5 libras para voar para alguns cantos do continente, sim.
O site é muito, muito bem explicado: não tem como você comer bola nem na compra nem nos procedimentos posteriores, como o web check in, porque tá tudo ali, bem destacado, e eles ainda te enviam lembretes por email, por garantia. Claro que tudo custa extra. A gente paga a passagem, taxas de embarque e taxa para usar cartão de crédito. Despachar uma mala custa desde 25 euros se for pago no ato da reserva ou 40 euros se pago no embarque – mas a mala de mão pode ter até 10 quilos, o que é bem razoável. Como eu ia ficar só uma semana fora, nem despachei. O web check in é obrigatório – do contrário, são mais 40 euros pra fazer o check in na hora H. Não existem assentos marcados, mas quem quer embarcar antes pra escolher onde sentar paga 3 euros a mais e voilá.

Comerciais demais? Sim. Ruins? Na minha opinião, não. Os assentos, sejamos francos, não são mais apertados que os da maioria das companhias aéreas atualmente, não. Não há serviço de bordo incluído, mas a gama de produtos à venda é bem razoável. Fiz três voos com eles e correu tudo certinho: à exceção do voo Milão-Madri, que teve duas horas de atraso por conta do tráfego aéreo em Madri, foram super pontuais, embarque e desembarque rapidíssimos, organizados (mantinham as filas de embarque super certinhas, apesar de eu não ter ficado em nenhuma delas e ter embarcado sempre no finzinho, quando já tá tudo tranquilo dentro do avião) e a tripulação bem simpática e solícita. Malas grandes foram pesadas no ato do embarque e, claro, teve gente aqui e ali tirando itens da mala e vestindo em pleno saguão pra mala de mão entrar no limite dos 10kg.
Em Barajas e no aeroporto de Dublin, que são os principais das cidades, foi tudo absolutamente identico ao de qualquer outra companhia aérea (com a baita vantagem de, sem bagagem despachada, poder chegar ao aeroporto meia horinha antes do horário do voo); só em Milão (Bergamo, na verdade), cujo aeroporto é praticamente deles, que a coisa foi um pouco mais zoneada. Mas nem tomar o shuttle Bergamo-Milão (para na Estação Central e custa 15 euros ida e volta) eu achei ruim: levei exatos 45 minutos na viagem, o mesmo tempo que levei na vez anterior de Malpensa ao centro da cidade.
É claro que eu ainda prefiro a LAN ou a Lufthansa, por exemplo, por vários motivos, do conforto e bom serviço de bordo aos programas de fidelidade; mas se custam muito mais caro por um mesmo trajeto, e trajeto curto, simplesmente não compensa. Low cost por low cost, eu ainda prefiro a Vueling. Mas se a economia valeu? Em voos tão curtinhos (2h30 de duração), valeu, sim; ainda mais que, pagando pouco na passagem, dá pra cacifar hotéis e restaurantes bem bacanudos ;-)

6 comentários:

Rafael Carvalho disse...

Que legal, Mari. Pretendo ir a Europa ano que vem e a Ryan definitivamente vai estar entre as minhas opções! Mudando de assunto, você pediu umas dicas de Florença no twitter e eu te enviei, você recebeu? Abraços

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Recebi, sim, grazie! Já repassei pra quem tinha pedido e tuitei que agradecia a todos que tinham enviado sugestões ;-)

Carmem Silvia disse...

Eu também estreei na Ryanair nesse verão e aprovei.

Virginia disse...

Muito bom este seu post, mês que vem vou à Europa e é bom saber que a Ryanair, além de baratinha, é "encarável". Bjs.

Fabi disse...

Acabei de comprar a minha passagem de avião por esta companhia aérea e realmente me pareceu mais em conta do que as outras.. Sabe me dizer se de trem sai mais barato do que andar de avião pela Europa?
Obrigada pelas dicas!! Beijos

Okamix disse...

Estou visitando o site pela primeira vez e gostei bastante !

Já adicionei o site nos favoritos para estar acompanhando sempre as novidades !

Parabéns e Sucesso !
www.okamix.com.br