31 de out de 2011

Comer em Miami: 1500, Miami Beach

Paula DaSilva: uma fera na cozinha, uma menina tímida nos bastidores
 Eu fiz duas refeições verdadeiramente memoráveis nessa viagem a Miami; e a melhor delas seguramente foi o jantar no 1500o , o restaurante da brasileira Paula DaSilva no hotel Eden Roc Renaissance, em Miami Beach.
A Paula ganhou os holofotes depois de participar (e ficar com o 2o. lugar e a preferência popular) da temporada de Hell´s Kitchen em 2009 - e não parou mais.
Seu belo restaurante entrou para a lista da Squire como  um dos best new restaurants de 2011, além de abocanhar outros grandes reconhecimentos. Então claro que valia a visita.
 Se puder, e o grupo for grande, reserve a mesa do chef - de lá você acompanha tintim por tintim a movimentação da cozinha - que, aliás, opera quase coreografada, tranquila, entre muitas risadas. Bem legal mesmo de ver.
O melhor custoXbenefício é, sem dúvida, o menu fixo de jantar, de 3 passos: 35 dólares por pessoa. Mas vc também pode pedir o menu degustação (85 dólares) ou à la carte, com preços bem razoáveis para todos os tipos de pratos.
Nosso jantar foi uma sucessão sem fim de delícias. A começar por um dos melhores ceviches ever, e Stone Crabs simplesmente perfeitas.
 Sente só o tamanho de cada patinha!
 E tudo isso com o signature cocktail da casa, com manjericão, pimenta, gim e outras delícias.
 Daí a coisa continuou, com tortillas interessantes...
 ... e das melhores vieiras que eu já provei (gigantes, macias, suculentas, só perdem para as do Osaka, em Santiago).
Depois ainda vieram as carnes. Mas daí eu já só provei, porque já tinha comido tanto que nem respondia mais muito por mim - esqueci até de fotografar.
É que no fundo nós estávamos esperando mesmo por isso aqui:
 a incrível, divina, estupenda e maravilhosa sobremesa queridinha do restaurante: a plum cake de peanut butter. E foi bom assim mesmo.
Olha, ingredientes bem frescos, pratos criativos e super bem apresentados e serviço 100% simpatia. Aprovadíssimo.

Um comentário:

Anônimo disse...

Mari, que uma boa informação para considerar se uma pessoa viaja pra lá.
Bjs
Carmen