12 de nov de 2011

Buddha Bar Mexico: "padrisimo!"

Acho os Buddha Bar sempre lugares bacanudos pra uma night out. Curto a música, a luz e burburinho que os bares da rede sempre têm. E lá fui eu conferir aquele que é hoje considerado o lugar mais "padre" (leia-se legal, cool) da capital mexicana: o Buddha Bar Mexico.
Ótimo berry martini
 Aberto no último dia de fevereiro desse ano, vive disputadíssimo todas as noites. Na que eu estive lá, estava particularmente lotado porque as candidatas a miss França, em viagem pelo México (!!!), foram homenageadas com um eventinho numa parte do lounge.
Um pouquinho de tudo no Bento Sushi
 O lounge, aliás, é lindo. O restaurante todo é lindo. Mas minhas fotos, com a iluminação suuuuper escurinha do lugar, ficaram simplesmente um pretão :-(  Então eu surrupiei duas do site deles :-)

Foto divulgação
O Buddha-gigante clássico num dos cantos do restaurante é perfeito e, garantem, foi todinho feito à mão na Tailândia e trazido em apenas duas peças para o México, onde os mesmos artesãos deram os últimos retoques à peça. Loucura.
O bar todo rojo
 A música é simplesmente perfeita (só acho que poderia ser um pouquinho mais low no piso inferior, onde fica o restaurante) e a iluminação é impecável, como em todo Buddha Bar. A comida do chef David Contreras (ele anda todo elogiado por lá) é chamada de "pacific rim cuisine", porque mescla ingredientes e receitas chineses, japoneses e tailandeses, em comidinhas super leves, delicadas e maxi saborosas (para provar um pouquinho de tudo, peça pelo Bento Sushi).
 Agora imperdível, imperdível meeeeeeesmo, é provar o Asiatini, o martini signature da casa. Sério, eu já provei martinis excelentes: mas esse, à base de gengibre, é simplesmente divino!
Que ali a noite é mesmo uma criança, viu?

Um comentário:

Vida Boa Para Todos disse...

Uau!! Já ouvi falar muito bem do lugar e adorei a dica. Beijos*