3 de dez de 2011

Na capital do paisito!

Chivito!
 Eis que essa semana o Pelo Mundo foi parar em plena capital do Uruguai.
 Eu já conhecia Montevidéu, e já tinha curtido muito na primeira visita, mas isso foi láaaaa em idos de 2006, quando o Pelo Mundo ainda nem existia :-) E no final do ano passado só estive, a bem da verdade, no aeroporto de Montevidéu (lindo, tapaço na cara dos nossos), que de lá segui direto, em carro, a Punta, meu verdadeiro destino no paisito naquela época.
 Então já digo de antemão pra vocês o que me pareceu mais surpreendente: nesses mais de cinco anos que separam minhas visitas, a capital uruguaia ficou ainda mais gostosa, mais limpa e mais divertida.
 Minha hospedagem foi de novo em pleno centro da cidade, e continuo recomendando a região - dessa vez, no recém-inaugurado Esplendor Montevideo, o antigo (e pitoresco, porque teve um envolvimento bárbaro com a literatura) Hotel Cervantes. De dia, estar no centro é mão na roda para seguir pra qualquer parte da cidade. E sabe que, ao contrário do que acontece em outras capitais latinas, ali o centro não fica morto e terra de ninguém à noite? Claro que não ficamos dando bobeira no meio da rua, mas saímos para passear e para comer, à pé, numa curta caminhada até o chamado "barrio de las artes" em duas noites distintas, e encontramos a região bem segura e interessante, mesmo ao voltar pro hotel.
 Durante o dia, da Rambla a Punta Carretas, continuo achando Montevidéu deliciosa para caminhar. E os uruguaios continuam gracinha como sempre, super acolhedores e perdidamente apaixonados pelo Brasil e pela cultura brasileira - e agora tá todo mundo por lá falando português que é uma maravilha!
 Bom, ainda tem mais: além das atrações clássicas (o majestoso Teatro Solis, os museus do centro, a Catedral, os belos edifícios), tem muito mais coisa pintando, como a revitalização do centrão com o novo Barrio de las Artes, o excelente Museo Gurvich, o novo Museo del Carnaval e um monte de restaurantes (novos e antigos) que fazem da cidade agora uma bela opção para escapada gastronômica de final de semana.

 Bom, isso tudo sem falar na nova associação Los Caminos del Vino, que reúne as principais vinícolas dos arredores de Montevidéu e Punta - para visitas, degustações, compras e até almoços harmonizados.
Fique de olho: os posts orientales (assim são chamados os que nasceram em Montevidéu) estão só começando.

Um comentário:

mari disse...

Vou a Montevidéu pelo menos 2 vezes ao ano.Agora que temos voos tão rápidos, eu e meu marido tiramos nossas férias de inverno, nessa cidade linda, segura, de um povo educado , belo e onde somos tão bem tratados.