1 de jan de 2012

Felizes viagens novas!

 Começou o novo ano, tim-tim!
Que ele venha carregado de amor, saúde, paz.
E lotadinho de novas aventuras para todos nós, é claro.
Feliz 2012! Feliz Ano Novo! Felizes viagens novas ;-)

7 comentários:

Anônimo disse...

Feliz 2012! e boas viagens novas!!!
Carmen L.

Léia disse...

Mari, minha salvadora! quanto conteúdo rico há no seu blog. Estou amando tudo que leio. Uma sugestão: falar sobre custos (de pratos, passagens, transporte...), assim temos parâmetros na hora de planejar um destino parecido com o seu.

Meu principal propósito neste comentário é pedir sua gentil ajuda: Estou planejando fazer uma viagem de 20 a 25 dias pela Europa. Não sei ainda qual país devo chegar, mas é certo que quero voltar por Londres (último lugar a ser visitado). Minha maior dúvida é quanto ao roteiro. Não sei as distâncias de um local para o outro e tão pouco se compensa ir de low-cost, pois não sei se terei um custo maior com táxi ou transporte público para chegar ao centro. Pesquisei distâncias de trens: de Roma a Florença 2h; de Veneza a Florença também 2h (neste caso acho melhor de trem). Mas os demais casos que são de 4h, 5, 6, 7h? Pretendo me hospedar no centro de cada cidade (não sei se é o certo). Meu roteiro é:

Roma, Florença, Veneza, Zurique, Paris, Frankfurt, Praga, Amsterdã, Bruxelas, Londres.

Quais cidades devo passar sequecialmente, de modo que fique otimizado quanto a distância?

Gostaria de entrar num país/cidade que não tenha tanto problema com imigração. Sabe como é, sou brasileira, rs. Será melhor Zurique, Roma? ai que dúvida cruel! Viajarei com um sobrinho de 13 anos. Será que viajando com criança é melhor pra passar na imigração? Assim eles não pensarão que irei trabalhar por estar com uma criança. O que você acha?

Tenho dificuldade com inglês também. Pretendo fazer um intensivão pra melhorar o meu basicão (sou melhor em leitura do que falar). Será que terei problemas com o idioma na Holanda, Bélgica, Suiça, Alemanha, França? Help-me minha salvadora. Desculpe pelo comentário-jornal rs.

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Léia, é muito difícil que você tenha problemas na imigração. Normalmente, pessoas que têm problemas na imigração realmente não possuem endereço planejado de hospedagem, nem passagem de volta etc. Fica tranquila; é só levar todos os documentos certinhos e apresentar, SE te solicitarem. Dentro da Itália eu aconselho vc a viajar de trem, que é muito fácil. De Roma a Zurique vc também pode fazer de trem, embora não seja tão proximo. Zurique a Paris e Paris e Bruxelas também são ótimas viagens para fazer em trem. Paris a Londres demora duas horinhas via Eurostar. Amsterdã e Bruxelas também são BEM pertinho. Frankfurt e Praga que são mais distantes, vai precisar de avião de todo jeito para ser prático. Agora... tem certeza que vc quer ver TODAS essas cidades em 20 ou 25 dias? Eu, pessoalmente, acho muito. Ficaria com no máximo cinco cidades para esse período...

Léia disse...

Obrigada por suas informações. No momento a minha companhia miou. Agora estou solo. Conversando com minha mãe, ela me sugeriu o seguinte: porque não ir para Dublin (Irlanda) e fazer 1 ou 2 meses de inglês? e nos finais de semana visitar Londres, Amsterdã, Bruxelas,Bruges, Paris. Assim o fantasma do inglês some. Você concorda com ela? Qual seu conselho? meu Deus, estou apavorada agora, pois fiquei uma vez 2 dias sozinha em Madri e só chorava (em 2004).
Esta semana comprei aquele seu livro Pelo Mundo Afora. Li todo no mesmo dia. Gostei muito. Ficou aquele gostinho de quero mais.

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

O livro Sozinha Mundo Afora, vc quer dizer, né? ;-) Acho 1 mês de inglês em Dublin, Oxford ou Londres mesmo são ótimas ideias.

Léia disse...

Sim, é este o nome do livro, sorry. É que ele estava na gaveta do criado mudo e acabei não lembrando direito o nome.
Mari, sem querer abusar, mas abusando da sua ajuda/consultoria :-)... com sua experiência de viajante (não sei se na sua primeira viagem você já sabia falar inglês), você acha que consigo me virar com um dicionário, um guia de idioma? Você sabe quais as cidades que compreendem alguma coisa do portunhol (exceto espanha e portugal)? No momento o idioma é o que está mais pesando na minha escolha. Pensei até em fazer excursão com grupos brasileiros. Prometo que não pergunto mais nada. Já te aluguei muito. Beijo e obrigada. Léia

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Eu falo inglês desde pequenininha, Léia; e é mesmo o idioma mais fácil da gente se virar mundo afora. Se você está receosa e se arrisca bem no portunhol, porque vc não muda tudo e vai fazer um curso de espanhol em Salamanca? É o melhor destino para isso, custos baixissimos, super segura, vida noturna agitadérrima e de lá fica fácil, fácil conhecer outras regiões da Espanha e de Portugal, que fica tudo perto. Indico a escola ISLA - tem vários posts sobre Espanha, Salamanca e até sobre a escola aqui e no Saia pelo Mundo.