30 de jun de 2012

Nem só de glamour vive a Riviera Francesa

As paredes pintadas por Cocteau en Santo Sospir
 Quando a gente pensa na riviera francesa, na côte d´azur, normalmente as primeiras coisas que vêm à nossa mente estão relacionadas à Grace Kelly e família Rainier, os festivais de Cannes e aquele sem fim de iates gigantescos disputando espaços nas marinas da cidades desse recortado litoral, não é? Por isso mesmo foi deliciosa surpresa ver que sim, dos ícones ligados aos Rainier aos imensos iates, está tudo lá, é claro; mas a região  vai muito além disso. A Riviera Francesa também respira arte. E muita.
A arquitetura impressionante do novo Museu Cocteau em Menton
 Nice, por exemplo, que tem um centro antigo (Vieux Nice) incrivelmente lindo e gostoso de bater perna, com ruelas à la Toscana e um adorável mercado de flores no Cours Saleya. Também tem uma biblioteca ubber contemporânea e o excelente MAMAC (Museu de Arte Moderna e Contemporânea). Isso sem falar do apaixonante Museu Chagall (quem é que não curte Chagall, me diz?) e da divina Villa Arson, a escola de arte à moda antiga na qual seus alunos/artistas literalmente vivem de arte. E, para os fãzaços, ainda tem os igualmente muito bons Museu Matisse, Museu de Arqueologia, Museu Massena e  Museu de Belas Artes que, entre uma taça de champagne e um mergulho, também são programaços para quem ficar bastante tempo na cidade. 
Picasso no meio da rua...
... e Picasso sobre o mar na Riviera
 Saint Paul de Vence, que foi o lugarzinho pelo qual mais me apaioxonei nessa viagem, tem o vilarejo medieval todo construído sobre a montanha, como um borgo italiano, simplesmente adorável. E caí de amores pela Fundação Maeght que, além dos murais de Chagall e das muitas obras expostas na parte interna, ainda mantém o gigante jardim que guarda o Labirinto de Miró, imperdível. Na parte baixa de Vence fica a Capela do Rosário, pintada por Matisse, e o ótimo Museu de Arte Moderna e Contemporânea que abriga Mirós, Calders, Giacomettis etc.  
O Museu de Arte Moderna e Contemporânea de Nice por fora...
... e por dentro
Nice tem arte até na fachada da Prefeitura...
... no meio da rua...
... e na genial biblioteca
 A Moyenne Corniche, a linda estrada que liga Nice a Menton, não bastasse ser uma das estradas mais panoramicamente lindas pelas quais viajei, com vistas-desbunde em Franche Sur-Mer e Cap Ferrat, ainda guarda a ge-ni-al Santo Sospir, a casa debruçada sobre o mar de Cap Ferrat que virou museu com suas paredes e móveis pintados por Cocteau, e o novíssimo Museu Cocteau Collection Wunderman, em Menton, que faz arquitetos pirarem já com sua fachada frente ao mar. 
Chagall nas paredes...
... e nos Vitrais
 Vallarius, pertinho de Cannes, guarda a escura e escondida - e, ao mesmo tempo, absolutamente genial e impactante, Capela Guerra e Paz, cujas paredes e teto foram tomados pelas pinceladas do Picasso. Sair dali e rumar para o gigante Museu Picasso na linda Antibes é programaço imperdível. 
Artista em plena função nos ateliês da Villa Arson
A entradinha da tocante capela pintada por Matisse em Vence
Nos próximos posts, diquinhas e fotinhos das cidades e atrações um a um. 

Nenhum comentário: