16 de jul de 2012

Hotel review: Ibis Styles Paris Roissy CDG

Pra terminar a novela francesa e poder começar contar aqui a mini-série chilena :P, faltou dizer que, cancelado o voo Paris-Rio, a Air France nos acomodou por algumas horas no Ibis Styles do aeroporto (antigo All Seasons Roissy).
 Foram pouquíssimas horas ali (chegamos 22h, saímos às 5h), então mal dá pra fazer review decente com tão pouco tempo para avaliar. Mas o pessoal da recepção foi prestativo, a comida buffet do jantar era decente (a Air France nos deu um voucher para jantar no hotel) e o quarto era grande e confortável (razoavelmente maior que o meu na unidade de Bercy). E, o principal, a internet wifi era boa e gratuita - aspecto fundamental para quem está lidando com as consequências empipinadas de só embarcar num voo internacional no dia seguinte. 

O Ibis Styles Roissy fica num complexo hoteleiro do aeroporto Charles De Gaulle que conta com serviço gratuito de transfer in e out para seus hóspedes a cada 20 minutos - usamos tanto para ir quanto para voltar para o aeroporto, e deu certo. Achei opção boa e baratinha de hospedagem para quem chega de um voo muito tarde em Paris e, principalmente, para quem embarca no Charles de Gaulle muito cedinho no outro dia. 

5 comentários:

Marjô disse...

Mari,
Aproveitando esse seu post sobre Paris, deixa eu te fazer uma pergunta. Qual época(mês) você acha a melhor pra conhecer Paris? Tenho a opção de ir em 7 de setembro, 13 de novembro, 25 de dezembro ou 7 de fevereiro. Meu receio a partir de novembro a fevereiro é por causa do frio, que deve atrapalhar, não? A desvantagem de setembro é que eu ficaria um tempo menor por lá.

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Marjô, hoje em dia fica complicado falar em "melhor época", já que o clima no mundo anda mesmo malucão - tivemos dilúvio no Atacama em pleno janeiro, né? Mas, via de regra, abril/maio e setembro são os melhores períodos para aproveitar bem os dias em Paris - em setembro, o horário de verão ainda funciona e há sol até 22h, além do calor, já que, pelo que notei, você não curte muito frio, né?

Marjô disse...

Obrigada!
Na verdade não é nem que eu não goste do frio, é que não tô acostumada. Não sei se isso ia me atrapalhar logo numa primeira viagem. Devo seguir essa sua dica mesmo e ir em setembro.
Mari, vou ficar poucos dias por lá, tô com a ideia então de usar a noite pra também conhecer/visitar alguns lugares, e assim otimizar a viagem.
Sei que dá pra fazer o passeio pelo Rio Sena à noite e ir até a Torre Eiffel até 23h (mais ou menos). Você tem algumas dicas de que outras coisas poderia fazer/conhecer à noite?

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Marjô, a Torre você pode ver em qualquer horário, dia e noite :) Os barcos do Sena à noite costumam operar de maneira diferente, geralmente com jantar mezzo compulsorio. Dá uma olhada nos sites dos museus que quase todos eles ficam abertos até 21h uma vez por semana.

Marjô disse...

Obrigada, Mari!
Vou dar uma olhada nos sites :)