15 de out de 2012

Edimburgo é assim

Grassmarket, em Old Town, fica bem muvucadinha na nightlife
 Todo mundo me avisou de antemão que eu ia me apaixonar de cara por Edimburgo. E foi assim mesmo, pá-pum, paixão à primeira vista: já me encantei por Edimburgo da janelinha do avião, vendo a cidade de relevo super irregular tão pertinho da água.
 Ali na Old City fica o incrível Castelo de Edimburgo que não apenas é lindo, no alto da montanha, visto de várias partes da cidade, como também merece bem um dia de visita - ou, pelo menos, 4 horas, eu diria. O Castelo concentra ali dentro vários museus diferentes, mirantes, um excelente museu da guerra, as antigas prisões militares, um palácio, as jóias da coroa escocesa e vários outros cantinhos super interessantes. Não à toa é a atração mais visitada de toda a Escócia.


 Ao lado da entrada do castelo fica o Scotch Whisky Experience, que os brasileiros (e demais turistas em geral, é claro) também aaaaamam. O tour é, na minha opinião, razoavelmente inferior aos feitos pelas destilarias de uísque das Highlands; mas é bem prático, porque está em pleno coração da cidade antiga, e é divertido, com explicações audiovisuais tipo cineminha, bem lúdicas. No final, os participantes escolhem um entre três rótulos de uísque disponíveis para provar e levam o copo da degustação de lembrança para a casa.

 Ali pertinho, tudo "às margens" da Royal Mile  - a milha que vai do Castelo de Edimburgo até o Palácio Real -, ainda tem o ótimo Royal Museum of Scotland, a Biblioteca Nacional, a belíssima Catedral de S. Giles e, claro, o Palácio Holyroodhouse, o palácio real escocês, lá na outra extremidade - a visita ao Palácio é bem legal, por sinal. Tem até o café The Elephant House, que virou ponto super turístico na cidade porque teria sido (há controvérsias) o café onde J.K. Rowling teria começado a escrever a série de livros de Harry Potter.




 Descendo para a New City, vale parar no ótimo (e gratuito!) Museum of the Mound, que conta a história do "dinheiro" na Escócia - e tem, além de uma caixa de vidro com um milhão de libras, um monte de brinquedos e joguinhos perfeitos para quem vai com crianças.
 Já na cidade nova, valem a visita a linda National Gallery e a torre do Scott Monument. As ruas Prince Street, Rose Street e George Street guardam inúmeras lojas e boutiques, das mais populares, como Primark, Zara e H&M às mais exclusivas. As big brands - como Vuitton, Gucci etc - ficam na super luxuosa St Andrews Square.  A New City é excelente também para a nightlife: ótimos restaurantes e um sequência impressionante de bares e clubs.

Para ver a cidade todinha, lindona, bem do alto, é só subir nas duas montanhas mais altas do centro de Edimburgo:  Arturs´Seat e, o meu preferido, Calton Hill.

Para fugir do centrinho de Edimburgo, valem super a visita Dean Village, com as belas galerias Dean Gallery e Scottish Gallery of Modern Art e uma bucólica sequência de mansões ultra arborizadas, com parques bem gostosos para um belo passeio. E, claro, a antiga região portuária de Leith, antes toda decadente, agora virou queridinha na cidade, com hotéis, cafés e pubs super bacaninhas e restaurantes estrelados no Michelin, sempre com vista para o mar - e ali também fica o Britannia, o antigo Royal Yatch hoje convertido em museu.




Deliciosa de andar durante o dia e super segura e agradável para caminhar também à noite, Edimburgo realmente me encantou; já tô até planejando uma volta no ano que vem só para zanzar pela cidade.
Detalhes sobre horários, preços etc das atrações de Edimburgo, inclusive com várias info em português, dá pra achar no Visit Scotland.

5 comentários:

Marcie disse...

Babei! E já programei!

Marcie disse...

Babei! E já programei! ;-)

Nathalia disse...

Parece um sonho! Em 2013 estarei lá!

gabebritto disse...

(suspiro) São tantos lugares... (suspiro de novo)

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Marcie e Nathalia, vcs vão adorar, certeza!

Gabe, hahahaha eu também sou a RAINHA dos suspiros: cada pessoa que conheço na estrada, cada revista de viagens que abro, cada livro que leio, sempre me traz essa mesma reação: ah, são tantos lugares! (suspiro) ;)))