31 de jan de 2013

7 dicas de ouro para curtir Londres com poucas libras


Não sou fã, nem no jornalismo nem na blogosfera, de praticar o CTRLC+CTRLV de releases (pra quem não sabe, release é um material enviado pelas assessorias de imprensa para inspirar pautas de jornalistas e posts de blogueiros). Mas o pessoal do Visit Britain mandou um release tão bonitinho essa semana que eu achei que valia a pena reproduzir alguns trechos aqui, incluindo uma ou outra observaçãozinh minha. O mote? Como curtir nossa amada Londres gastando bem pouquinho:
1. Há uma grande quantidade de atividades culturais gratuitas na cidade; a começar pelos excelentes museus, que, em sua maioria, não cobram nadinha de entrada.
2. O Visitor Oyster Card, o cartão de transporte londrino, é a maneira mais barata e flexível de se locomover na cidade – um bilhete de ida do metrô não vai custar mais que 2 libras com o Oyster, enquanto o preço normal é 4,30 libras para quem compra tickets avulsos. Dá pra comprar online, na lojinha do Visit Britain.
3. O West End e seus espetáculos são parte de uma visita à cidade, é claro. Além do VisitBritain Theatre Passport – que oferece assentos para diversas peças e musicais participantes em todo o país  – há várias outras ofertas, como o programa anual Get Into London Theatre, no qual é possível assistir a algumas das melhores apresentações em Londres por uma fração do preço normal. Comprar diretamente na bilheteria também pode render bons descontos – sobretudo bem próximo da hora dos espetáculos, pegando os assentos que foram “devolvidos”.
4. É um shopaholic e não está contente com as lojas da Oxford Street em constante liquidação? Dá também para ir, em aproximadamente uma hora, aos outlets da Galleria Outlet Shopping, em Hatfield, que oferece até 60% de desconto nas coleções da estação anterior.
5. Além dos restaurantes estrelados da cidade terem menus bem econômicos na hora do almoço (menus de três passos desde 23 libras), os mercados londrinos também são ótima oportunidade de provar gastronomia internacional no melhor estilo street food. Ou, é claro, o velho e bom (e tradicionalíssimo) fish-and-chips do Borough Market . E custam baratinho.
6. Ingressos para as atrações turísticas da cidade comprados com antecedência na Loja do VisitBritain costumam ter 20% de desconto e muitas atrações de Londres oferecem 2 ingressos pelo preço de 1 aos clientes que viajam de trem para a capital britânica.
7. Os espaços ao ar livre londrinos são gratuitos e uma deliciosa maneira de observar como vivem os londrinos e, claro, como se comportam os turistas na cidade. Já viu os pais que correm no Hyde Park empurrando os carrinhos de seus bebês? ;)

2 comentários:

Daniel Zotesso disse...

Adorei as dicas!

documentaromundo disse...

Concordo consigo e acho que anda muita gente por ai na blogesfera a praticar o Ctrl+V... procuro não o fazer e acrescentar algo mais neste mundo...
O seu artigo está muito interessante, nos dias de hoje procuramos cada vez mais viajar pelo melhor preço possivel! E numa cidade como Londres não é facil!