13 de mai de 2007

Bed sharing

Pro povo que ficou empolgado com a idéia do couch surfing, aqui vai mais uma: o Bed Sharing (www.bedsharing.org). O site se diz diferente do esquema das trocas de casas e intercâmbios tradicionais e planeja mostrar o lado mais hospitaleiro de cada um. O negócio começou com uma feira em Milão, quando os residentes da cidade foram convidados a abrir suas casas para os jovens conferencistas que não tinham condições de bancar uma acomodação tradicional.
A idéia agora é adicionar esse "toque pessoal" nos grandes eventos e conferências das metrópoles, em que cada um possa expandir seu "networking", especialmente com pessoas de sua área. Como tudo é online, os custos são mínimos mesmo e os efeitos colaterais negativos costumam ser igualmente pequenos. E ainda é tudo politicamente correto, de bem com o meio ambiente. Conceito parecido tem a www.spaceshare.com . Se a moda pega...

Translated by Google
For those who were anxious with the idea of couch surfing, here goes one more: the Bed Sharing (www.bedsharing.org). The site says that it's different from the project of the exchanges of houses and traditional interchanges and plans to show the most hospitable side of each one. The business started with a fair in Milan, when the residents of the city had been invited to open its houses for the young lecturers who did not have conditions to bank a traditional room. The idea now is to add to this “personal touch” in the great events and conferences of the metropolises, where each one can expand its “networking”, especially with people of its area. As everything is online, the costs are minimum same and the negative collateral effect costumam to be equally small. And it's also politically correct, and good for the environment. Concept similar has www.spaceshare.com. If if becomes fancy...

4 comentários:

Erika disse...

Bom, se a moda pega... vai saber... São soluções do mundo moderno para os viajantes econômicos, acho que a gente se acostuma hahaha

Anderson disse...

A idéia é boa, sim, só precisa mesmo virar moda pelo mundo. Conhecer gente e o mundo sem gastar tanto é sempre uma boa idéia.

Bruna disse...

Sei lá, a idéia é boa, mas acho que ainda demora séculos pra acontecer por aqui.

Marizete disse...

Estou torcendo que já seja moda, pois quero entrar nessa.