1 de mai de 2007

Curso no exterior - vale a pena?




Siiiiiiiiiiiiiiim!!! Essa é a minha resposta, sem sombra de dúvida! Intercâmbio, cursos de línguas, pós, MBA, acho que tudo vale a pena. Bom, eu particularmente acho que quase toda experiência no exterior é válida, porque mexe com valores, ideais, sentimentos, pessoas... Sim, concordo que os melhores cursos no exterior são muito caros. Fazer um bom MBA na europa pode custar mais que um belo apartamento em bairro nobre no Brasil - e sem liquidez... Mas os curso de línguas ou cursos curtos, tipo os cursos de verão, são ótimas opções para mexer com a carreira e com o lado pessoal ao mesmo tempo, por preços bastante razoáveis. Dá pra fazer curso de 15 dias ou de 1 mês, dentro de seu próprio período de férias.

Minha única experiência de estudo no exterior foi na cidade de Salamanca, na Espanha, e eu sou só recomendações! Já "encaminhei" cinco pessoas pra lá depois da minha ida. Amei a experiência, que me é válida até hoje, pelos amigos que fiz, pela viagem maravilhosa e pelo meu espanhol, que ficou bem razoável. Quem quiser ûma boa referência, pode entrar em www.learningspanish-spain.com, da escola Isla. A cidade de Salamanca é referência internacional em ensino, especialmente da língua espanhola - além de ser lindíssima e baladeiríssima, o que, é claro, já rende assunto para uma outra postagem. Quem preferir, em Salamanca fica também a Universidad de Salamanca, a segunda mais antiga e tradicional da europa, que também tem ótimos cursos de espanhol e cursos de verão acessíveis para quase todas as áreas (comunicação, engenharias, letras, marketing...). Outra vantagem é que o custo de vida na cidade é bastante baixo, o que facilita muito as coisas. Um pouco mais caros, mas muito interessantes, são os cursos de línguas associados a outras áreas, como francês + culinária em Paris, francês + cinema em Nice, italiano + vinhos em Milão, italiano + artes em Florença. Até a Argentina entrou na onda e está arrastando um monte de brasileiros para estudar espanhol (castelhano, na verdade...) lá. E vamos ser francos: os preços são ótimos, já que o custo de vida é mais baixo que o nosso, a nossa moeda vale mais (pelo menos por enquanto), há vida cultural e noturna intensa na capital e até a passagem aérea é barata.

16 comentários:

Rô disse...

Também acho que tudo que fazemos "fora de casa" é bom como experiência. E curso de língua é ótimo, pela vivência no país e pelo "improve" no currículo.
E a história do ano sabático? não vamos discutir????? rs

Bruna disse...

Opa! fiquei empolgada com esse curso! Será que dá pra fazer tipo só duas semanas, pra não ficar tão caro? Será que é melhor numa escola como essa ou direto na Universidade?

Vanessa disse...

Também concordo que curso de idioma no exterior vale muito a pena. Eu particularmente fiz em Londres e, mesmo com muito brasileiro por lá, foi uma experiência gratificante. Sem contar que foi juntar o útil ao agradabilíssimo, pois Londres é linda e cheia de atrações... e de quebra, dei uma passadinha em Paris.

rodrigo disse...

Estudei em Barcelona e foi uma das melhores experiências que já tive. Voltei com espanhol no meu currículo e muito mais flexível, já que convivi com gente do mundo inteiro, com os mais difernetes comportamentos. Nao vejo a hora de voltar.

Marina disse...

este post tem a ver com o novo, do ano sabático. Quem viaja com o propósito de estudar tá tirando um período sabático, mesmo que inferiro a um ano, querendo descobrir experiências novas, conhecer pessoas, interagir com outra cultura. acho mais fácil assim, tirar um tempo x pra curtir e aproveitar, mas também pra melhorar um pouco o currículo e ter mais chances de arrumar outro emprego na volta ou voltar pro antigo.

Juli disse...

Dá pra confiar direto nessas escolas e acertar via site ou é melhor procurar uma empresa de intercâmbio? Dá um medão de dar tudo errado...

Mari Campos disse...

Respondendo as perguntinhas:
- Bruna: dá pra fazer, sim, um curso intensivo de duas semanas e sair com um aprendizado razoável, sobretudo se vc se esforçar bastante para falar a língua do país no restante do tempo também. Se o propósito for aprender a língua, tanto as escolas quanto a universidade são boas opções, mas vc tem que pesquisar para saber qual a melhor opção para vc. A Universidad terá mais nome no seu currículo, mas é mais cara; uma escola de idiomas como a Isla tem um curso tão bom quanto, mais barato, mas não tem um nome reconhecido no Brasil. Tem mesmo que pesar prós e contras e achar a melhor opção pra vc.
- Juli: como eu sempre digo, planejamento e pesquisa são os maiores aliados de um viajante. Tanto comprando direto com a escola quanto via agência, é fundamental que vc tenha referências reais, de pessoas que vc conhece e estudaram lá. Pesquise, se informe, troque idéias, até achar a melhor opção pra vc.

Karen disse...

Hummm... tenho muita vontade de fazer um curso fora, e a opção de fazer só duas ou três semanas é bem legal, porque coincide com férias numa boa. Vanessa, qual a escola que vc estudou em Londres?

Vanessa disse...

Oi karen!
Eu estudei na www.the-englishstudio.com e fiquei hospedada na residência estudantil da própria escola. Ela é boa, o que pega é quem tem muitos brasileiros. Na comunidade www.oilondres.com.br você vai achar mais indicações.

Karen disse...

Oi, Vanessa, obrigada pela dica. Já dei uma olhada no site do English Studio e achei os preços ótimos!

Carol disse...

Oi Vanessa!
Achei bem bacana essa possibilidade de estudar inglês em Londres por no máximo 4 semanas, que é meu período de férias.
Você acha possível começar o curso em março/abril de 2008, por 3 semanas, sem ficar nas acomodações da escola, por preços bacanas?
Quanto eu gastaria, vc têm alguma idéia?
Brigadão, desculpa pelas 1000 perguntas! :)

Carol

Vanessa disse...

Oi Carol,
os cursos se iniciam toda segunda-feira é só chegar, fazer a avaliação e entrar no módulo correspondente ao seu estágio. Os valores dos cursos e acomodação são por semana. Eu gastei aproximadamente 50 libras por semana com acomodação, mas outra opção são os hostels.
Se quiser mais informações, é só perguntar!

Rodrigo disse...

Oi Vanessa!

Eu estou indo estudar na The English Studio em Londres. Será que poderia me dar umas dicas?
Só tem brasileiro no curso ou é bem misturado?
A infra-estrutura é boa, tipo sala de internet, biblioteca e numero de alunos por sala?

Pelo Mundo disse...

Rodrigo, vou dar uns pitacos por aqui enquanto a Vanessa não vem...rsrsrs... O The English Studio tem, sim, muitos brasileiros, mas dá aproveitar bastante mesmo assim. Os professores são muito bons e há também vários alunos de outras nacionalidades. Quanto à infra-estrutura, todas as salas têm um computador cada, além de uma sala de estudos com biblioteca e computadores para uso geral. São mais ou menos uns 15 alunos por sala.

Anônimo disse...

Olá, estou planejando estudar psicologia na Universidad de Salamanca. Atualmente sou estudante de psicologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). A UFBA tem convênio com a Universidad de Salamanca, portanto, as metérias que estudasse na Espanha seriam abatidas do meu curso aqui no Brasil. Entretando, estou com dificuldades de precificar minha viagem. Você tem uma idéia de quanto gastaria por mês com moradia e alimentação. Meu e-mail é andre_luna_@hotmail.com. Grato!

Anônimo disse...

Moro em Salamanca ha 2 anos pois estou cursando o doutorado em Economia de la Empresa na Universidad de salamanca. Como sugestao para aqueles que planejam vir aprender somente treinar o español, por pouco tempo, tem o departamento de Cursos Internacionales da Universidad http://www.usal.es/~curespus/
ouvi referencias mto boas a respeito. Com relaçao a custo de vida ai tem alguns valores para referencia:
- aluguel de um quarto: 150-200 euros
(um studio/kitnete ta +- uns 350 euros)
- alimentaçao: 200 euros se vc cozinhar (tem tb restaurantes universitarios... cobram 3,50 euros/refeiçao)
esse site aqui ajuda mto para isso http://websou.usal.es/vivienda/presenta.asp

a cidade é realmente linda. agradavel para viver. tudo se pode fazer a pé ou em bici.