27 de ago de 2007

Comida típica - Street food

Sim, comer em barraquinhas de rua não é o hábito mais seguro da sua viagem. Mas pode ser interessante – e, sejamos francos, comida de rua é mesmo parte da viagem, não? Para conhecer de verdade um destino, nada melhor do que agir como os locais fazem. Desde os tradicionais hot dogs de Nova York, passando pelo fish’n chips de Londres, as crepes em Paris e até os rolinhos de Bangkok, a comida de rua reflete bem o espírito da cidade e do país. Claro que não vale a pena arriscar: entre onde tem fila de gente do lugar; quem mora na cidade não vai comer duas vezes num local que o fez passar mal, certo? Algumas sugestões de boa street food:

- PANCHOS (Calle Lavalle) Buenos Aires, Argentina: sim, o país é tradicional por suas carnes e tem diversas opções de restaurantes de altíssima qualidade. Mas seus tradicionais panchos (hot dogs com molhos e complementos dos mais diferentes, como repolho, mostarda marrom ou cebola) fazem muitíssimo sucesso entre os moradores e matam a fome no meio do passeio.- BANH TOM (Old Quarter) Hanói, Vietnã: por apenas 1 dólar, você prova o delicioso bolinho de camarão e batata doce.
- CHAAT (Linking Rd) Mumbai, Índia: pimentão verde e naan, o famoso pão indiano, por meros 0,50 de dólar.
- CHAR SIEW (Wellington Street) Hong Kong, China: churrasco de carne de porco com alface e pepino, por 1 dólar.
- ESCABECHE (Mercado Jamaica) Cidade do México, México: os famosos legumes picantes em conserva podem ser encontrados em qualquer barraca deste mercado, em geral acompanhando tacos ou empanadas, por 4,50 dólares.
- NUA PRIK THAI NAHM JIM (Chatuchak Market) Bangcoc, Tailândia: o mais famoso mercado da capital tailandesa é o melhor lugar para provar este espetinho de carne com pimentas verde e branca, por 1 dólar. Peça também um trio de rolinhos primavera pelo mesmo valor.
- PICARONE (Parque de la Muralla) Lima, Peru: além do tradicional ceviche (que costuma ser melhor nos restaurantes), não deixe de provar esta rosquinha de batata doce e abóbora, que vem acompanhada de calda doce, por menos de 1 dólar.
- SAMAK A-SARDEEN MI'LAAQ (Ponte de Galara) Istambul, Turquia: a famosa ponte turca tem vários vendedores desta sardinha fresca, com diferentes recheios. Normalmente vendida por quilo, por volta de 7 dólares.- GYROS PITA (bairros de Plaka ou Psirri) Atenas, Grécia: é possível encontrá-los por toda parta, mas os melhores estão em Plaka, enormes, por 2 euros.

4 comentários:

Patsy disse...

Mari, eu adoro junk food! Sério, uma loucura quero experimentar tudo, mas o hot dog em NY deixa a desejar e muito, ôh coisa sem graça! Agora Fish and chips tudiiibom!!! Era o que eu mais comia em UK, e a feirinha da Liberdade com as barraquinhas na rua, adoro o guiozá, que delícia!!! E os sucos também...muito bom! Muito bom esse post!!! :D

Um beijinho
Patsy

Rodrigo Purisch disse...

O pior é que eu troco restaurante por esse tipo de comida. É meio que mergulhar na cultura urbana.

Emília disse...

Mari, não faz isso não...delícia de posts!
Eu tenho sorte (até agora - toc, toc, toc na madeira...), nunca tive problemas com comida de rua, meu estômago é de avestruz.
Mas, como ainda não tive o prazer de estar na Ásia, posso dizer que não vi nada em termos de comida de rua :-)

Chris disse...

Hum... anotei a dica dos panchos. Vou conferir... :-P