30 de mar de 2010

"Exploração sexual não é turismo. É crime"

O Ministério do Turismo e a Universidade de Brasília (UnB) apresentaram nesta terça-feira (30), em Brasília (DF), o projeto Turismo e Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes que deverá envolver mais de 480 profissionais ligados à cadeia turística.O objetivo é sensibilizar o país e incentivar a população e os atores do turismo a agir de forma preventiva e denunciar os casos de exploração.

O MTur e o Centro de Excelência em Turismo da UnB formarão, a partir de abril, 94 multiplicadores, que disseminarão o aprendizado em 17 estados e no Distrito Federal.Na segunda fase do projeto, as ações terão foco nos dois eventos mundiais que acontecerão no Brasil, a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016. A iniciativa abrangerá as doze cidades-sede da Copa: Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo. João Pessoa, na Paraíba, também será beneficiada, pela proximidade a Recife e Natal.

A campanha terá abrangência nacional: para denunciar casos de exploração, disque 100 (ligação gratuita para todo o Brasil).

Nenhum comentário: