13 de jul de 2010

Hotel review: Real Palácio, Lisboa

Acabei unindo minha visita à Portugal para o breve family gathering com um pouquinho de trabalho. Uma pautinha deliciosa, por sinal, de averiguar o que há de mais hype em hospedagem, restaurantes, passeios e compras na capital portuguesa, sobretudo para os turistas brasileiros que a visitam pela segunda ou enésima vez e já fizeram todos os lerês (embora eu esteja refazendo também vários dos lerês porque acho que os lerês de Lisboa são puro prazer).
E esse tiquinho de trabalho no meio das férias inclui também testar alguns dos hotéis mais legais da cidade - o primeiro deles, o hotel Real Palácio.
Pertencente à rede Real de hotéis que possui diversas outras unidades no país - inclusive outras ali pertinho, em Lisboa mesmo, o Real Palácio cumpre o prometido pelo site e pelas suas estrelas.
Tem amenities da Azarro que, confesso, nunca tinha experimentado antes - e são bem cheirosinhas.
Tem dois tipos de quartos no hotel: os da parte antiga, chamados de estilo palacete, e os da parte nova, chamados de parte estandar. Eu fiquei num dos primeiros, com exatamente esse decor da foto acima (os estandar tem exatamente as mesmas facilidades, mas têm decoração contemporânea).
Os quartos são grandes, cheios de armários, bem confortáveis mesmo. A cama é ótima, a internet só funciona a cabo (emprestado na recepção) mas perfeitamente, e o banheiro também é uma delícia, grande e charmoso. Meu único senão com o quarto foi a TV, pequena e antiga (como eu nem ligo a dita cuja, pra mim nao fez diferenca; mas é algo a se trocar urgentemente, ao menos pela estética)
As áreas comuns do hotel estão todas no palacete do século XVIII que deu origem a ele.
Esse pátio fofo é uma extensão do bar, mas estava todo produzido para um evento.
Recepção absolutamente atenciosa e gentil e funcionários do restaurante também muito eficientes no café da manhã. Mas, como o hotel estava absolutamente lotado (eu queria visitar outros quartos, mas nem teve como, porque simplesmente não tinha nenhum vazio), o café da manhã (bem variado e farto, mas buffet) foi meio conturbado - o salão é pequeno então formou uma bela fila de gente esperando vagar mesa para poder comer, uma pena.
O hotel fica ao lado da estação de metrô Parque, do Parque Eduardo VII, bem no coração business de Lisboa.

Um comentário:

Lu Malheiros disse...

Mari,
Estou lendo com a maior atenção essa sua série, pois quero voltar a Portugal!
Bjs,