17 de ago de 2010

Hotel review: Lutetia, Paris


Faz tempo que o Hotel Lutetia é um dos endereços mais hypados de Paris. Em pleno Saint-German, na bela Rive Gauche, há décadas, seu bar é um dos endereços por excelência de intelectuais e artistas; sua brasserie reduto de famílias parisienses e montes de turistas; seus quartos hospedando de reis a celebs...
Pois em 2o1o o Hotel Lutetia está, além de tudo, completando 100 anos. E melhor ainda: elaborou uma série de eventos e ações para celebrar a data homenageando a cidade-luz e seus hóspedes (o Brasil é o 3o. maior mercado do hotel!).

Uma das ações mais legais foi a criação das "suítes Lutetia", decoradas com esmero por artistas dos cinco continentes especialmente convidados pela direção do hotel. Das Américas, o convidado mais que especial foi o Vik Muniz, que criou uma suíte elegante, com suas obras super contemporâneas espalhadas pelos ambientes e por entre os móveis classudos do hotel (sentiu a Bardot acima? Dá uma olhada nas fotos abaixo que ainda tem Monroe, a Monalisa - que eu adoro! - e mais montes de detalhes).
Elegantemente masculina a decoração, não?
E ainda, olha só, tem vista para a pontinha da Torre Eiffel da varanda.
(sorry pelos reflexos...)
Os demais quartos do hotel também são todos assim, com detalhes inspirados na belle époque (como o próprio edifício super art-deco) mas com um ou outro objeto ou móvel bem contemporâneo, além de tecnologia everywhere.
Serviço simpático no check in, concierge sério mas ultra paciente e um belíssimo buffet de café da manhã com uma infinidade de opções (incluindo montes de frutas, saladas e outros itens frescos, que pra mim fazem toda a diferença) separadas em 3 diferentes balcões.

Em tempo: independente de se hospedar ali ou não, o Lutetia merece uma visita. Seus salões e halls têm um belo acervo de artes plásticas e o bar tem sessões semanais de ótimo jazz ao vivo, gratuitamente, num ótimo ambiente. O restaurante Paris fica fechado até o final de agosto, mas tem menu especial para o centenário, assim como a popular brasserie, que está aberta o ano inteiro.

3 comentários:

Alessandro A. disse...

Que luxo hein!!! Assim você mata a gente de inveja! :-)

bjs!

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

One night only, Ale... rsrsrs

Carmem Silvia disse...

Pois eu me contentaria com uma tarde... rsrsrs