16 de ago de 2010

Montanhas capixabas: agriturismo de primeira

Eu não imaginava, já falei aqui, que as montanhas capixabas fossem tão bonitas como são. Honestamente, nunca vi o agriturismo funcionar tão bem e tão profissionalmente no Brasil como lá: pequenas propriedades familiares de atendimento cálido, eficiente, produtos controlados pela vigilância sanitária e paisagens... ah, paisagens belíssimas!
Do socol fabricado super artesanalmente às compotas, geléias, antepastos, queijos de todo tipo e até vinho de jabuticaba (totalmente sem adição de álcool, impressionante), os dias de dolce far niente pra quem visita as montanhas são também um puro convite à boa comida.
Aliás, boa gastronomia. Porque a fama da boa comida capixaba é ainda mais verdadeira no interior: me surpreendi com a gastronomia contemporânea e envolvente dos restaurantes da região de Domingos Martins - meus preferidos, de longe, foram o espetacular Don Lorenzoni e o ultra orgânico com sotaque francês Domain (tem até coq au vin de galo caipira lá, acreditam?) e merecem depois até post específico sobre eles.
A Pedra Azul aparece imponente em vários pontos do roteiro pelas montanhas...
... e me impressionei também ao ver como tem muita coisa charmosa também no quesito decor e design.
Sente o friozinho só pela imagem?
Minha única frustração? Não conseguir embarcar no Trem das Montanhas. Desde a inauguração da rota que eu queria fazer essa viagem - e, acredite, minutos antes de embarcar, uma árvore que caiu bem no meio dos trilhos, colocou os planos por água abaixo :-(
Climão, né? E lá faz frio, frio de verdade no inverno - de matar Campos do Jordão de inveja ;-) Hotéis com chalés com lareira, boa comida, queijos, vinhos... pois é, perfeito pra uma escapada romântica.
E perfeito também pra escapada em família, entre amigos bons de mesa ou até mesmo sozinho, pra pensar na vida e viver bem. Adoro me surpreender assim com destinos brasileiros.

2 comentários:

Natalie disse...

Mariiiiii
Vinho da jabuticaba? Que curioso :)
Eu ainda não conheço essa região do ES, mas me pareceu uma gracinha mesmo.

TVR disse...

Mari,
Eu sempre digo que o potencial turístico das montanhas capixabas é infinitamente superior ao de nossas praias. E, não é porque sou bairrista, não, mas o nosso agroturismo, realmente, é surpreendente e super organizado!
Que bom que gostou!
Tiago - Rotas Capixabas