4 de out de 2010

1884: absolutamente elegante

 Eu estava cheia de expectativas para jantar no 1884, o restaurante signature do Francis Mallmann que tooodos os amigos me recomendaram para comer em Mendoza. E que delícia quando nossas expectativas são plenamente preenchidas, não?
Elegante, elegante, elegante - assim é o 1884.
Para jantar, os ambientes internos são refinados, iluminação perfeita, serviço absolutamente atencioso e eficiente (para almoçar, recomendaria o jardim interno, lindo e aconchegante também). Mas, em qualquer caso, é imprescindível fazer reserva (o restaurante LO-TOU uns 25 minutos depois que cheguei).
 Entradinha de folhas verdes, tomates e queijo de cabra excepcional.
 E, well... o prato principal... era mesmo gigante. A bisteca gigante é o prato por excelência do restaurante e várias das mesas estavam mesmo pedindo a dita cuja, que é o único prato da casa para duas pessoas ( e também, de longe, o mais caro, por 225 pesos!). Não, quem me conhece sabe que esse não é meu tipo de prato - mas foi tanta, mas taaaaanta gente me recomendando comê-la, que não houve escapatória. E, no fundo, não me arrependi: o ponto da carne estava mesmo espetacular - para os carnívoros de plantão, daquele tipo de carne pra se lembrar ainda por muitos anos, sabe?
E a sobremesa me conquistou em definitivo: frutas queimadas em panela de barro com sorvete de creme e crocantes, absolutamente leve e saborosa. Acompanhada de um belíssimo espumante, é claro ;-)
Pra fechar a roda, um Nespresso e nada mais. Excelente jantar.

5 comentários:

Janaína Calaça disse...

Ah, adorei até agora os posts sobre Mendoza. Lindas as fotos das adegas e dos pratos e fiquei imaginando as cavalgadas. Enfim, cá estou esperando pelos outros posts. :)

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Menina, o que eu mais tenho são fotos de visitas às bodegas e dos restaurantes nos quais comi. Una verguenza! ;-))))

OERN disse...

Oi Mari,
Descobri o seu blog e me encantei. É lindíssimo e me abriu o apetite. Que pratos lindos!
Também tenho um blog de viagens que começei faz pouco tempo, passe por lá e continue com o bom trabalho.
http://www.minube.pt/viagem/saratavares
Cumprimentos,
Sara

Anônimo disse...

Influenciado pelo seu post, fui conhecer o 1884 ontem à noite. Quando eu e minha esposa chegamos, nos deparamos com um numeroso grupo de alemaes ruidosos esparramados pelo jardim interno. Talvez por isso nao tenhamos dado sorte... O servico, verdade, é impecável. Mas, o resto, nem tanto! O atum saiu direto do freezer, exibindo o indisfarçável gosto rançoso. Intragável. O Ojo de bife estava duro e insosso.
Desrecomendo.

cláudio disse...

Oi, Mari

Por influência sua fui conhecer o 1884. Concordo que é absolutamente elegante e que o serviço é impecável. Mas, a cozinha, nem tanto... Apenas a entrada de Aspargos salteados pode ser apreciada. O filé de Atum saiu direto do freezer, com breve passagem pela frigideira, para o prato, conservando o indisfarçável sabor rançoso. Já o Ojo de Bife estava duro (para os padroes locais)e queimado por fora e cru por dentro. Desrecomendo!