1 de dez de 2010

A Isla Negra de Neruda

 Acho impossível que alguém não goste nada, nada de Neruda. Há quem ache o cara um louco, quem ache um gênio e quem ache um gênio muito louco. Mas acho impossível passar imune.
 E por isso curto muito essa coisa de visitar as casas de Neruda no Chile - em Santiago, em Valparaíso e na fofa Isla Negra, onde ele se revela ainda mais "coisista" que nas demais.
 Quando eu estava na zona das vinícolas, no vale de San Antonio, aproveitei pra fazer um passeio até lá. O dia estava feio e nublado, com muito vento, mas não tirou nem um pouco do charme da visita (6 dólares).
 Ô lugarzinho danado de bonito pra escolher pra construir a casa, não? Acho La Chascona e La Sebastiana "mais Neruda", mas dá pra perceber que essa casa ele fez só por puro prazer. E por isso mesmo ela é legal.
 Ali também ele escolheu pra morrer.
 Baita visu. E tão bem cuidadinha que tinha 2 profissionais diferentes cuidando das plantas no dia que eu fui.
A visita guiada é rapidíssima e meio mecânica, uma pena;  e lá dentro a gente não pode fotografar nada, mas tem objetos interessantíssimos (caí de amores por um globo, of course). A parte boa é que, ao menos na parte de fora, a gente pode ficar o quanto quiser.
Pode até perder a noção das horas, btw.

9 comentários:

Lu Ferreira disse...

Foi o que fiz! Perdi a noção das horas. Esperei um tempão prá começar a visita, depois, almocei por lá, andei pelas pedras da praia. É um lugar prá ir sem pressa. Cada cantinho é maravilhoso.

Consultora Educacional disse...

Gosto muito dos artigos de ótima qualidade do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver nosso Curso de Informática Online. Daienne.

Do que eu gosto... disse...

Oi Mari!
Post e lugar lindos! Li "Confesso que vivi" lá pelos meus 19 anos e ultimamente tenho ouvido e visto tanto de Neruda que estou pensando em reler. Penso que será ótimo depois de conhecer suas casas quando for pelo carnaval.

Teté disse...

que legal! gostei desse passei - dica anotada

BORDINI disse...

Quando fui visitar Isla Negra, a casa estava fechada...Queria tanto conhecer, e como estava com minha esposa e 2 filhos, um dos mantenedores abriu a casa somente para nós. Ele se empolgou com nosso interesse, e foi mostrando e contando todos os detalhes, dos sinos, das coisas que Neruda recolhia da praia, de detalhes da história dele com suas mulheres, e muito mais ! A visita se estendeu por quase 2 horas e me emocionei ao ler o poema El Ancla de Antofagasta. Recomendo a todos que vão ao Chile que não deixem de conhecer esse local mágico !!!! Silas

Chile para crianças disse...

Qi Mari,

Estava procurando dicas sobre Isla Negra e cheguei aqui. Adorei! Devo ir para lá este fim de semana.
Obrigada pelas dicas!

Marcelle Castro disse...

Olá, como você foi a Isla Negra? De carro? Estarei em Santiago e gostaria de saber se dá para ir para passar o dia e voltar. Obrigada!

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

fui de carro. Vc pode tambem alugar um carro ou, se preferir, comprar um tour pronto. O legal de ir por conta propria eh poder fazer vinicolas tb

Sara disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.