22 de jan de 2011

No Vistadome

 Dei um pouquinho de azar na viagem de trem de Cusco a Machu Picchu: dois dias antes da viagem, recebi um email da Peru Rail avisando que, graças a trabalhos de manutenção da ferrovia, metade do trecho total da viagem seria feito em ônibus. Uma pena.
 Tivemos que chegar à estação 45 minutos antes, pra tomar os minibuses que nos levaram a Ollayatambo- 5h30 da matina. O ruim mesmo é que nos mantiveram todos, em pé, por esses mesmos 45 minutos, em Ollayatambo, esperando para poder embarcar no trem que nos levaria a Machu Picchu. Paciência.
 Depois de tudo que tinham me contado de ruim do Backpacker e elogiado o Vistadome, claro que eu reservei o segundo (142 dólares ida e volta, uma diferença de preço até pequena para o Backpacker). Achei as poltronas bem confortáveis e o serviço bem bacaninha (um bom café da manhã na ida e esse lanchinho frugal na volta). As janelas, bem grandes, inclusive no teto, deixaram todo mundo babando na ida.
 A volta teve uns momentos mico. Como esse "personagem" peruano zanzando pelos vagões e tirando tuirstaas para dançar. E depois um equivocado "desfile de moda" com as roupas (caríssimas) vendidas pela própria Peru Rail.
Chato que, na volta, também tivemos que pegar o busão pra chegar a Cusco; e, como começava o rally que cruza do Peru ao Brasil esses dias, chegamos 1h mais tarde que o previsto na estação - e, claro, quando eu cheguei na praça, a lançamento oficial do rally já tinha terminado :-(

Saldo final: é caro? Sim, é bem caro. Mas a diferença para o backpacker (de 22 dólares por trecho) parece bem válida. E o serviço como um todo é decente, de boa qualidade, dos funcionários à alimentação e conforto das poltronas.

4 comentários:

Diego disse...

Oi, Mari!

Olha eu aqui de novo... :)

Pra mim, conforto no transporte e hospedagem são essenciais. Esse seu post da Peru Rail me esclareceu *muita* coisa, mas ainda tenho algumas dúvidas.

As poltronas reclinam? Dá pra encarar o bate e volta sem ficar quebrado?

Achei excelente (pelas fotos e vídeos) o serviço Hiram Bingham e vi que indo no Vistadome e voltando nele, dá pra ficar mais tempo em Machu Picchu, além de ter um serviço digno de Expresso do Oriente. ;) Mas pelas fotos vi que as poltronas não reclinam... chega a incomodar? Afinal, são 4 horas de viagem.

Obrigado e continuo acompanhando os relatos!

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Diego, as poltronas do Vistadome não reclinam, não, mas eu achei bem confortável. Afinal, é uma viagem em que ninguém dorme, já que a paisagem que se descortina ao longo do roteiro é de babar. O Hirham Birgham tem um monte de outros serviços incluídos, já que é a opção máxima de luxo por lá; mas custa mais de 600USD ida e volta.

Aline Fontanetti disse...

Que passeio gostoso Mariii!!! Adorei as fotos e as dicas!!! Bjão

Claudia Liechavicius disse...

Mari,
Seu blog é muito inspirador. Vou acrescentar no meu blogroll. Convido você a fazer uma visita no meu blog também www.viajarpelomundo.com
Te espero lá.
Beijo
Claudia Liechavicius