22 de mai de 2011

Guernica e Costa Basca

 Aproveitei a escala do navio em Bilbao para fazer um tour de meio dia a Guernica e outros vilarejos da Costa Basca. Como vocês sabem, Guernica (Guernika, em euskera, dialeto basco) virou o símbolo da bárbarie militar ao ser destruída pela força aérea nazista e posteriormente inspirar a obra-prima homônima de Picasso.

 Mas mais até que Guernica, eu adorei as outras passagens que fizemos pelo caminho, sobretudo a simpaticíssima cidade de Bermeo, com seus balcões impagáveis e ruelitas estreitas no centro.
 É engraçado: estar no País Basco é como estar na Catalunha - você sabe que está na Espanha mas sente que, no fundo, não está; muda não só a língua, mas o jeito da cidade, a arquitetura, não sei.


 Bermeo dá praia e ainda tem uma vista linda para o porto, ao redor do qual montes de bares de tapas e cafeterias fazem a festa dos turistas e moradores.
 Da janela do ônibus,as imagens acabaram ficando muito ruins; mas a paisagem era linda o tempo todo, acompanhando o mar e as muitas formações rochosas que surgiam de dentro dele aqui e ali.

 Claro que rolaram tapas. Não tão lindas e delicadas como se espera do País Basco (San Sebastian ficou super famosa por isso), mas estavam deliciosas.
 Acompanhadas de um tinto Rioja (bom) e um branco Basco (que eu achei ruim):

 Guernica tem paisagens fortes em todo canto, das construções em pedra muito antigas às ruas de casas super contemporâneas - e o Museu da Paz é, óbvio, um must see emocionante.Baita passeio.




 As bandeiras da Espanha e do País Basco lado a lado...

 De um lado, grafismos caóticos; de outro, pontecitas bucólicas...
Não deu praia, que fazia friozinho; mas taí uma bela ideia pruma próxima viagem ;-)

Nenhum comentário: