16 de ago de 2011

O tal aeroporto de Bergamo, na Itália: é furada?

Falando em transfers... Que eu voei de Ryanair pela primeira vez esse ano, todo mundo que lê o blog e me segue no twitter já sabe. E, desde que eu encarei um voo com a companhia para Milão na Itália, tenho recebido muitos mails e tuites de gente me perguntando se voar para o aeroporto de Bergamo é furada ou não. Sim, porque os voos da Ryanair não chegam em nenhum dos dois aeroportos de Milão propriamente, Malpensa e Linate: chegam numa cidade vizinha, Bergamo, num aeroporto que tem 90% de supremacia da própria Ryanair.
Eu, na verdade, não estava nem cogitando voar de Ryanair pra lá, justamente por essa história do aeroporto em outra cidade; estava careca de ver o povo reclamando horrores de Beauvais, que é o aeroporto de “Paris” da companhia. Foi meu irmão, que tinha voado de e para lá no ano passado, que me tranquilizou, dizendo que o transporte pra Milão era muito fácil e confiável, apesar da distância. E, com a imensa diferença tarifária da Ryanair pras outras companhias nesse trecho, eu resolvi encarar. E, quer saber? Recomendo.
O aeroporto é uma piada. Feio, desorganizado, confuso visto da entrada, parece mais uma rodoviária. Mas funciona. Dentro é ajeitadinho, tem free shop, praça de alimentação (um McDonald´s que vive LOTADO) e até duas salas vip filiadas ao Diners Club. Mas não tem finger nenhum: todo mundo desce na pista mesmo (thanks God a chuva só começou DEPOIS que eu cheguei, porque ia encharcar mesmo).

Mas o que todo mundo mais me pergunta é sobre o tal trajeto entre o aeroporto e Milão. Olha, achei dos males o menor. Não, não tomei táxi porque cobram uma fortuna; tomei um dos muitos shuttle que fazem a linha, como a Autostradale. Você pode comprar seu ticket antes, pelo site, na hora H, ali na bilheteria ou até na porta do bus, ou, o que eu achei mais legal, em pleno voo (já que a Ryanair vende mesmo Deus e a mãe à bordo :-D).
O trajeto durou 45 minutos, os ônibus eram super confortável e só há uma parada, na Stazione Centrale, de onde todo mundo segue pro seu hotel em táxi ou metrô, super fácil. No fundo, esse é exatamente a mesma duração do trajeto do shuttle que vem de Malpensa e de Linate; ninguém “perde” tempo da viagem por embarcar ou desembarcar em Bergamo. E os ônibus saem das 4h30 até meia-noite a cada 20 minutos, bom pra todo mundo.
Esse é o tipo de economia que não me parece perrengue, não. Tudo correto, direitinho, funcional. E se viajar de Ryanair e descer em Bergamo significa uma economia de dindim grande o suficiente pra eu curtir mais minha estadia em Milão (ficando num hotel bacana, por exemplo), eu acho super “topável” : - )))))))))))

7 comentários:

Guilherme Polita disse...

Já usei duas vezes esse aeroporto, e achei bem tranquilo. Ainda mais por estar de mochilão, então quanto mais barato, melhor. A Ryanair não dá nada e é apertada, mas voa e é barata, é o que importa. Em uma das vezes fui de trem de Venezia até Brescia, e de Brescia até Bergamo. Do centro de Bergamo fui até o aeroporto em 15min de bus, pra pegar o voo pra Istambul. Valeu muito a pena. Parabéns pelo blog, to sempre acompanhando teus tweets pelo mundo.

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Guilherme, que bom vc ter falado de Brescia. Ainda não conhecia ninguém que tivesse usado o transfer Veneza-Brescia ainda, tks pela referência ;-)

Celina disse...

Olá Mari,
Eu sempre voo Ryanair (e Easyjet) pra tudo quanto é lado, e sempre tem um transporte confortável e eficiente, que nos deixa na cara do gol.Não achei nada de ruim o Paris-Beauvais, nem Skavsta (Estocolmo) e outros mais. Como sempre que vou para a Europa eu viajo muito, acho uma excelente opção. Pelo preço de um bigMac, é pontual e os vôos são sempre curtos, é um bom custo benefício.

www.maladerodinhaenecessaire.wordpress.com

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

ah, mas não é todo mundo que paga o preço de um bigMac, né? :-)))) eu sou uma que, como sempre vou no verão (mea culpa) pago pelo menos 50 euros por trecho...ok, o que ainda é mais barato que as outras ;-)

Erica Moreira disse...

O valor depende muito da antecedência, do período e da sorte de quem compra. Já paguei 4 euros (ida e volta com taxas inclusas) de Milão para a Inglaterra. Sempre viajo e nunca paguei mais de 30 euros por trecho.

Sobre o aeroporto de Bergamo, vale muito a pena, pois no final das contas o tempo de transloco é quase o mesmo de Malpensa e o preço da passagem se não me engano custa somente dois euros mais caro.

abs

A Princesa - Maquiavel para mulheres - Por Ellen Lira disse...

Nossa!!! Que bom que vc não achou tão mal assim, porque eu detestei!!! Não tinha nem lugar para sentar no dia que eu viajei para Paris pela maldita Ryanair... Tivemos que passar a noite em cima das malas pois tudo estava muito sujo, e vôo só sairia de manhã. Péssimo!!! Só não é pior que o areoporto da Ryanair em Paris, o maldito "Paris-Beauvais", que para mim, foi pior de tudo. E olha, eu não sou uma pessoa reclamona, costumo encarar bem as coisas, mas não faria esse trecho novamente pela Ryanair.

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Puxa, A Princesa, acho que vc deu azar. Tava tudo bem limpo e organizado agora, em pleno julho, verão, e tinha várias fileiras de bancos. Não passei a noite lá, que não topo essas coisas; mas meu voo era 21h e foi bem sossegado.