1 de set de 2011

Comida de avião: você encara?

Meu jantar na econômica da SAA no voo GRU-Joanesburgo: simples e honesta
Ninguém nunca foi apaixonado por comida de avião. Afinal, comer comidinha pré-pronta e requentada a muchos milhares de pés de altura não tem mesmo como ser um experiência gastronômica. E muito também já foi dito, aqui e ali, sobre como a comida e os serviços de bordo em geral pioraram nas áreas após o 11 de setembro e blá blá blá. Até porque nem na classe executiva hoje em dia se tem garantia de comer uma refeição interessante. 
Tenho conversado com alguns amigos jornalistas que viajam muito o ano inteiro como eu e a maioria tem me contado que simplesmente não come mais à bordo. Nada. Que toma um lanchinho em casa, no aeroporto ou na sala vip antes de embarcar e a única coisa que consome a bordo é água e ponto final.
Tenho outros amigos não jornalistas que sempre pedem alimentação especial. Nem são vegetarianos ou diabéticos ou judeus mas acabam pedindo às companhias aéreas por pratos vegan, diet ou kosher porque, como diz uma delas, “é a única garantia de que eu terei uma refeição menos insossa e pasteurizada que a do serviço padrão”.
Ok, eu não sou tão radical assim.  Acho que, até pela nossa saúde, a gente tem que ser moderado no quesito alimentação nas alturas: moderado no álcool, moderado nos alimentos, sempre. Se eu estou voando no horário do jantar, eu sou do time que aceita o jantar à bordo, sim; peço sempre a massa, que costuma ser a opção mais segura no quesito bem-estar e também no quesito sabor. Não acho que role enfrentar um voo de dez, onze horas de duração sem comer – ainda mais que eu não durmo em aviões. E minha médica também concorda: nada de grandes períodos sem se alimentar. Durante o voo, eu fico tomando bastante água – bom, bastante na medida o máximo que eu me lembro de tomar, né? #shameonme
E, sendo bem franca, entre tantas comidinhas insossas, como a da Air China, por exemplo, eu até andei tendo surpresas agradáveis em refeições noturnas da TAM e South African.
O café da manhã, sim, eu costumo dispensar, ou comer só a frutinha ou o queijinho e o suco, até porque quando a gente está prestes a pousar, depois de trocentas horas amassado em voo, o apetite nem tchuns, né? E também porque eu sei que dali a pouco estarei deixando as malas no hotel e liberadíssima pra sair e tomar um bom café da manhã, como se deve.
E você? Encara comida de bordo numa boa? E, se encara, qual costuma ser sua opção?



P.S.: Aproveita e lê esse texto BEM bacana do meu amigo Eduardo Maia, do Globo, sobre o universo das refeições a bordo e a big diferença  entre o que se serve na econômica e na executiva.

19 comentários:

Rapha Aretakis disse...

Só encaro se voo for médio ou longo, tipo 6 horas pra cima. Já basta passar aperto. Passar fome é demais! De fato as comidas não são boas, mas me surpreendi com o voo de volta da Swiss. A comida estava tão saborosa, mas tão saborosa, que nem parecia "de avião", sabe? E não, eu não estava faminta! :)

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

oba! encaro a Swiss pela primeira vez mês que vem, bom saber ;-)

Coisas de mãe disse...

90% das vezes acho a comida bem ruim e não me dá muita vontade de comer. Cada vez mais, como antes de embarcar... pras crianças sempre peço alimentação infantil, mas em grande parte das cias, eles comem muito pouco (ou nada).

Uma vez ou outra, tem uma boa surpresa.

beijos

Pati

Oscar | MauOscar.com disse...

Acho que depende muito da Cia aérea...
Por exemplo a Singapore Airlines mesmo na classe econômica tem até um cardápio para você escolher as opções..
Uma das coisas que eu acho um barato deles é a propaganda que a Cia Aérea faz de alguns elementos típicos da cozinha local
Por Exemplo os apetizers costumam ser Satay, o drink o Singapore Sling e assim vai..
Na executiva, o padrão é 5 estrelas. As refeições são servidas em pratos de porcelana da Givenchy e a comida é excelente...Na vinda para os EUA comemos lagosta ao termidor e um Steak delicioso.. (Imagino como é o padrão da First Class)
Já as Aéreas Americanas..... Nao preciso nem falar.. A delta por exemplo dá apenas uma Banana por passageiro no cafe da manhã no voo que vem do Brasil....

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Coisas de mãe, com crianças deve ser ainda mais complicado, né? Tenho amigas que sempre levam a própria comida pros pimpolhos e pedem pra esquentar.

Oscar, a Singapore é OUTRO nível, né? :-P E, well, as americanas são mesmo uó. A alimentação da AA tb é de doer.

Renata disse...

Só encaro em vôos longos também!

Ibéria e TAM me traumatizaram e nunca espero nada demais, mas devo dizer que a South African tem feito um belo esforço para curar meu trauma.

Ah, tudo na classe econômica, que ainda não "cheguei lá" :o)

Flávia Junqueira disse...

Via de regra eu encaro. Mas ao contrário de vc, em vôo noturno para/da europa normalmente eu como pouco no jantar e mais no café da manhã, uma pq é a minha refeição preferida do dia, outra pq acho que no geral ele é o mais "comível", rs. E tb pq nunca embarco de estômago vazio. Às vezes como massa, às vezes carne, mas massa em avião é SEMPRE muito tosca, né? Tenho consciência que é impossível de uma massa requentada sem perto de decente, rs. Tb acho o serviço da Swiss bom, e o chocolatinho idem! :)
Depois que minha filha fez dois anos ela entrou no esquema "adulto". Embarcar sem fome, pedir a refeição infantil, etc... só com um truque na manga, alguma bolachinha ou outra coisa pra beliscar em caso de extrema necessidade.

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Olha como gosto é gosto, né, Flávia? Eu já acho a massa sempre muito mais "comível" que qualquer opção de carne.

Flávia Junqueira disse...

Ahh, outra coisa! Eu preciso experimentar a opção vegetariana da Swiss, acho que nunca tentei. É que ela é feita por um restaurante que gosto bastante, o Hiltl.

Mãe de Duas disse...

Uma vez, voando Swiss (Zurich-SP) comi uma sopa maravilhosa no jantar! Foi a refeição mais deliciosa que já comi nas alturas, caiu bem e foi um convite pra um sono que geralmente não tenho nos aviões.
Boa sorte, Mari!
Bjs,
Priscilla

Alexandra disse...

Encaro numa boa, não tenho frescura pra comer, ainda mais se tiver com fome! Meu filho também come de tudo (to falando de comida mesmo, não porcarias), eduquei assim desde pequeno!
Não vou dizer que comida de avião é ótima, mas também não é tão ruim assim, quem sabe a apresentação, naquela marmitinha, ajude na fama também, afinal nem sempre da pra viajar de executiva e ter a comida servida em um prato. Acho que a fama de que comida de avião é ruim faz com que as pessoas pré-julguem antes mesmo de experimentar!
Garanto que se fizessem um teste, de servir a comida da econômica num prato bem montado e bonito em um restaurante alto padrão e pedir pras pessoas avaliarem, a maioria que diz não gostar ia cair nessa!!! ;-)

Mauricio Oliveira disse...

Medo do dia que aparecer um "frango com farofa" num desses voos, rsrs.
Mas eu sempre como antes de embarcar tb pra não correr o risco de ter q encarar uma gororoba qualquer.
:D

Gladys A disse...

Legal o debate, nunca tinha pensado na variedade de opiniões sobre .
A maioria das pessoas que conheço adora a comida de avião, ainda mais as que tem bastante sal e os lanches quentes.
Não ligo muito para a questão da comida,pelo menos em voos de curta duração, mas abomino o suco de laranja.

Nath!!! disse...

Olá Mari, estou programando uma viagem para Península de Maraú, tenho algumas dúvidas quanto a investimento para esta viagem, em especial se é possível fazer pgtos por cartão de crédito, li em um lugar que quase ñ aceitam cartão por lá. Sabe me dizer se é verdade. Pretendo passar 5 dias, eu e meu marido. Estou calculando cerca de R$3.000,00 vc acha que é por aí ou mais? Obrigada

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Nath, isso depende MUITO de onde vc quer ficar e comer porque lá tem de tudo. Eu conheço lá o Kiaroa e a Taipú de Fora e ambos aceitam cartões - dá uma olhada nos sites deles pra checar os preços. Comer lá é bem barato, mas também são poucas as opções - pra isso, sim, é melhor ter dinheiro cash em mãos. E daí tb tem que entrar na sua conta se vcs vão alugar algum carro, buggy, moto etc pra passear pela região ou não.

Marcie disse...

Eu acho que depende muito da companhia aérea! A British, a Japan Airlines, a Swiss, a Singapure Airlines são excelentes.
Porém depende também da minha inspiração: ultimamente tenho levado minha própria comida. Assim como quando quero, e sei que como qualidade.

Viviane disse...

Tem um voo aqui no Brasil de 30 minutos que sõ servem caramelos.Agora o que eu nao topo mesmo e salada crua.

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Viviane, mas tb 30 minutos não dá nem tempo das comissárias passarem pelo avião com o carrinho ;-)
Bem lembrado esse negócio da salada: conheci várias pessoas que NUNCA nem tocam na salada em voos.

Ju Afonso disse...

Encaro e acho uma delícia se quer saber! (não sei quais parâmetros estou usando, mas juro que acho gostoso!) =D