5 de jan de 2012

Torres del Paine reaberto

Conforme eu noticiei na terça-feira lá no Saia pelo Mundo, o Parque Nacional Torres del Paine, no sul do Chile, foi mesmo reaberto ontem em grande parte.
Um incêndio que teve início no dia 29 de dezembro tinha tomado proporções perigiosas e fechado o parque, obrigando hotéis a também paralisarem suas operações e evacuarem hóspedes e funcionários.
Desde ontem, 4 de janeiro, a grande maioria dos hotéis voltou a operar normalmente - incluindo o Tierra Patagônia, onde fiquei hospedada, e que teve papel bacanérrimo durante o incêndio, enviando boletins, posts e tuites sobre o status da situação todos os dias - e quase todos os passeios que envolvem o parque foram retomados também.
Que bom. Como eu disse lá no Saia, apesar de ter prejudicado muito quem tinha programado o reveillon lá, pelo menos a temporada de verão não ficou comprometida esse ano.

3 comentários:

Ju Afonso disse...

Que boa notícia! Viajei para o Santiago entre natal e ano novo e fiquei encantada pela cidade! Fiquei ainda mais curiosa para conhecer outros cantos do país, como o deserto, as vinhedas e os parques nacionais!!
Beijos!!

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Vai, sim, Ju! O resto do país é muuuuito mais lindo que a capital ;-)

Cris M. disse...

Olá, recebi a indicação do seu blog em outro Blog, o Viaje na Viagem, sobre o que levar na mala. E também gostei de ver esse sobre o que vestir durante uma viagem longa. Bem, o que me serve melhor é a combinação legging preta + camisa estilo bata larguinha de cor discreta de manga longa (para disfarçar os quadris expostos com a legging, hehe). A legging é ultra confortável, elástica, num avião em classe econômica, onde a gente tem dificuldade em se mexer. Geralmente, levo o casaco tipo parká na mão, porque muitas vezes o ar condicionado do avião é bem forte. Nos pés, durante muito tempo viajei de tênis, mas agora, acho a sapatilha mais prática e confortável para tirar e colocar (também tiro durante a viagem e coloco as meias-sapatilhas com antiderrapante) Ah, também levo um lenço para o pescoço, que sempre dá um charme a esse visual meio "despojado", rsrs. De enfeites, somente um anel inseparável e um brinco discreto, desse quase de bebê.

Em vôos curtos, vou de jeans mesmo e de bota ou sapato normal. Por sinal, até bota cano longo é mais fácil de tirar e colocar na hora de passar pela segurança. Tênis definitivamente é algo impossível nesse momento!