13 de abr de 2012

Um passeio à Pape Clément

Se engana redondamente quem acha que Bordeaux é um destino que "vive" de vinho como Épernay ou Reims (eu também estava enganada antes de ir pra lá, btw). Bordeaux é tão grande e tão cheia de vida cultural que as vinícolas que a rodeiam são apenas um detalhe. Mas, convenhamos, um BELO detalhe que não pode passar despercebido ;-)
 Então é claro que os visitantes sempre aproveitam os dias na cidade para agendar uns tourzinhos a vinícolas aqui e ali. E um dos mais procurados é justamente a visita à Pape Clément, de Bernard Magrez, uma das vinícolas mais antigas da região.
 A propriedade é linda (fica em Pessac, na verdade, nos arredores de Bordeaux), com mais de 60 hectares tomados de parreirinhas (:-P), em três terroirs distintos, rodeando o belo castelo cujo proprietário mais ilustre foi justamente o Papa que dá nome à vinícola, lá no século XIV. Claro que foi só muitos séculos depois, quando a Igreja se desfez da propriedade, que os vinhos ali produzidos passaram a ser comercializados de fato. Mas até hoje tudo ainda é feito manualmente ali, do plantio à separação das uvas que vão virar vinho mesmo.
Olha o Chateau aí, gente


Aqui deu vontade de ficar presa, esquecida ;-)

As mesas para separação manual das uvas recém colhidas (25 funcionários por mesa)
 No Brasil são os tintos da Pape Clément que ficaram populares, mas são os brancos da casa que sempre ganham pontuação máxima nas Wine Spectators da vida. A visita é bem bacana e passeia não só pelo lado externo da propriedade como também visita a cava do chateau onde são guardadas preciosidades do século XIX. Ao final, somos levados, enfim, à sala de degustação, que é um charmosíssimo bar, por sinal.



Os tours custam desde 10 euros, dependendo do tipo da visita (essa com degustação de 3 vinhos vale 20 euros). As infos detalhadas sobre os tours oferecidos pela vinícola podem ser encontradas aqui.

2 comentários:

Eve disse...

Mari, estou lendo aqui com o meu marido que adora os vinhos Pape Clement. Vc teve que marcar hora pra visitar? Pape Clement e grande produtor mas e se a gente quizer visitar outros produtores. Vc sabe se eles sao visitor friendly? Ouvi falar que nao é muito...

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Eve, acho que não entendi seu comentário. Em primeiro lugar, eu não "adoro" os vinhos Pape Clément; só disse que é uma das vinícolas mais antigas da região e das mais conhecidas no Brasil. Depois, clica no link que está no nome da vinícola no post que vc vai ver, na página da vinícola, que as visitas são todas com hora marcada e reserva. E isso vai acontecer em qualquer outra vinícola comercial de Bordeaux, também aberta à visitação - basta dar uma googlada ;-)