28 de abr de 2012

Voando: como é a econômica premium da Air France

 Fui e voltei pra Paris, dessa vez, usando pela primeira vez a Premium Voyager da Air France. Nos voos do Brasil para a Europa, acho que só ela e a British Airways (que foi a primeirona nesse quesito, btw) oferecem essa mini classe entre a Econômica normal e a Executiva. 
 Lançada em fevereiro de 2010,  a Premium Voyager tem assentos bem mais espaçosos que os da Voyager, a econômica da AF (no site, diz que o espaço é 40% maior), prioridade para check in e recolhimento de bagagens na esteira e junta até 25% mais milhas. O custo varia muito, por isso vale a pena xeretear sempre os preços nas diferentes classes: dependendo das datas, os assentos na Premium podem custar 10% a mais que na econômica regular.
O assento: esse eu curti
 Achei o assento realmente o grande diferencial: com estrutura rígida, a poltrona não reclina, e sim "desliza" para a frente, como normalmetne acontece com os assentos da executiva; assim a gente nunca atrapalha o passageiro de trás nem se sente amassado e apertado pelo da frente. E mais apoios de cabeça, descanso para pernas e pés adaptáveis, bom espaço entre as poltronas, luzinha de leitura ao lado do encosto de cabeça. Tela de 10 polegadas e uma providencialíssima tomada individual também. Fiquei bem confortável durante todo o voo, verdade seja dita. 
O jantar servido na ida
O cobertor é bacaninha, tem travesseiro de plumas, mas a necessárie é bem simples e sem gracinha na apresentação, ainda que melhor que a da executiva: oferece meinhas, máscara e kit dental numa bolsinha com zíper (ao contrário do que diz o site, não tem produtos Clarins como na Executiva/Affaires, não; ao menos nos meus voos, não teve). Já o menu de refeições e bebídas é o mesmíssimo da econômica, sem absolutamente nenhuma surpresa. 
Pela diferença do assento, como a diferença de valores costuma ser pequena, acho que vale, sim. 

Um comentário:

Luciano disse...

Outra vantagem são as prioridades no embarque, desembarque e bagagem.