7 de mai de 2012

Outlets em Buenos Aires

 Mesmo eu dizendo que o mar já não está mais tão favorável para o real em Buenos Aires, o post sobre comprinhas na cidade de ontem já entrou no ar causando ;-)  E os pedidos vieram de monte pelo twitter: "mas, Mari, por que vc não falou mais sobre os outlets? estão só na Córdoba? onde é melhor?"
Então bora lá.
 A meca dos outlets em Buenos Aires é o bairro de Villa Crespo, vizinho a Palermo. A coisa começa na av. Córdoba, que em teoria divide dos dois bairros, e se estende até a Corrientes. O pedacinho mais legal, chamado por muita gente de "quadrilátero dos outlets", fica compreendido entre Ramirez de Velasco, Jufré, Serrano e Malabia. Na Malabia com a Corrientes, aliás, é onde fica uma estação de metrô que funciona muito para quem quer explorar essa área e não está hospedado nos arredores (a linha vai até o centrão, com paradas na Florida e no Obelisco, inclusive); quem está em Palermo ou no próprio bairro, vai caminhando numa boa por entre aquelas ruas bem gostosinhas.
 Esse pedacinho de Villa Crespo vive lotadinho de brasileiros atrás de ofertas da Nike, da Adidas, da Brooksfield, da Lacoste, da Tommy, da Puma e da Levi´s, sobretudo. A gente ouve português o tempo todo e não estranhe se um(a) brasileiro(a) que você nem conhece te perguntar no meio da loja se você gosta, acha que fica bom ou, principalmente, se acha que está barato :-))))
Quem tem paciência para fuçar araras e caixotes (muitas vezes, sobras de outras coleções e peças com pequenos defeitos estão literalmente em caixotes de papelão nas lojas) costuma achar boas coisas. Para os homens, ternos e camisas sociais costumam valer bem a pena tanto nas lojas locais quanto nos outlets das big brands, como Yves Saint Laurent.
Aliás, falando em marcas locais, as coisas mais legais que eu achei por lá em diferentes viagens estavam justamente nas lojas das marcas menos conhecidas no Brasil, cujas lojas não são tão fáceis de achar por aí - e os preços são bem, bem interessantes. Pessoalmente, curto muito Cacharel, Chocolate e Paula Cahen d´Anvers (ótimas pro dia a dia) Caro Cuore (para lingeries), Agarrate Catalina (meio teen, mas com achadinhos fashion legais), Rapsodia (bem vintage, adoro!).
E tem de tudo: masculino, feminino, moooontes de lojas de roupitas para crianças e bebês e também coisas pra casa, de enfeitinhos mil em lojinhas bem simpáticas aos lençóis de trocentos mil fios da Arredo.
A vantagem de zanzar pelas lojinhas que estão concentradas no "quadrilátero dos outlets" da Villa Crespo é que a gente topa com uns cafezinhos legais entre elas; porque até fanáticos por compras devem querer fazer uma pausinha para descansar as pernocas, não? ;-)

Anote aí: a Mari Pereira Mason tem um post ge-ni-al que lista todas, eu disse TODAS, as lojas de outlets do bairro, para alegria dos shopaholics ;-)

Um comentário:

Sylvia Lemos disse...

Deixa eu acrecentar uma descoberta do últimos dia : os novíssimos outlets que estão abrindo na Gurruchaga entre a Loyola e Castillho > ótimos pra quem já cansou dos outros e quer coisas novas :D