6 de mai de 2012

Compras em Buenos Aires

Queridona dos brasileiros, a Farmacity já não é mais tão sedutora quanto antes
Eu falei num post de ontem e também na 5a. lá no Saia pelo Mundo que, pessoalmente, não acho que Buenos Aires ainda valha para compras por compras. Os preços subiram muito por lá e, transformando os pesos em reais, já não é mais tão atraente quanto há uns 2 ou 3 anos.
Mas, ainda assim, um monte de gente me escreveu pedindo dicas de compras em Buenos Aires. Dos outlets na Córdoba e em Villa Crespo (que vão muito além da Nike, btw), das lojas espalhadas em Palermo e dos grandes shoppings (em Buenos Aires são vários, como Paseo Alcorta, Alto Palermo, Patio Bullrich etc, e o meu preferido, Buenos Aires Design), para os fanáticos por compras tem de tudo. A Calle Florida é que,   inflacionadíssima, está cada vez mais vazia - ok, abriria uma exceção para as compritas de casa da Falabella.
O que eu curto mesmo em Buenos Aires são as coisinhas de design. As papelarias, as livrarias, as lojinhas de estilistas mais desconhecidos para nós que guardam adoráveis surpresas para quem gosta de coisinhas de escritório e enfeites para a casa como eu. A papelada colorida da Papelaria Palermo, os apetrechos divertidos da Calma Chicha, os achadaços da Bond Street, isso eu curto muito.
A Farmacity tem preços menores que no Brasil para os cosméticos importados; mas mais caros que os mesmos produtos em farmacinhas da Europa e dos Estados Unidos. Não vale mais a pena ir com muita sede ao pote ali, não.
Para alfajores e vinhos, no fundo, o melhor lugar para comprar hoje são os supermercados - e em Buenos Aires sempre haverá um Coto perto de você :-)))) Aproveite para experimentar, no quesito alfajores, marcas menos conhecidas no Brasil, mais baratas e igualmente deliciosas - como os ultra populares Jorgito. Para os vinhos, a vantagem da Winery é ter os rótulos mais tchans, que os supermercados não têm, e entregar tudo direitinho no seu hotel, trabalho zero. Um adendo: na viagem de agora, encontrei todos os preços de vinhos e alfajores no free shop em Ezeiza mais caros que nas lojas da cidade.
Para quem procura comprinhas diferentes, coisinhas bem porteñas e interessantes, recomendo checar sempre o blog My Villa Crespo, que tá sempre atualizadíssimo.

14 comentários:

Marcie disse...

Sim, mas tem uma pessoinha, daquelas que tem uma black book super poderosa, que sabe onde fazem casacos de couro, sob medida, em menos de 24hs...

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

oba, põe na roda esse, Ma!

Rubia disse...

Mari,
a coisa lá para comprar está feia. Tirando as coisinhas de farmácia e coisinhas de maquiagem, nao vale a pena muita coisa. Perfume então, aqui é muito mais barato. Couro barato por lá é lenda, até no Once é dificil de achar.

Otimas dicas com sempre. Beijos

Laís Toledo disse...

Olá, sou amiga da Rubia Pria. Acabei de voltar de Buenos Aires e olha achei uma loja de fábrica de Couro e sim bem mais barato que no Brasil, eu tenho o nome da Loja assim que achar o cartão eu mando p vcs! E o ideal o cara faz em um dia o casaco p vc, só pedir cor e escolher o modelo! Muito bom. Bjs

Rodrigo disse...

Por favor!Alguém pode me informar sobre lojas de ternos e sapatos (italianos) em Buenos Aires.
Obrigado!

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Rodrigo, precisa mesmo ser italiano? Porque pra ternos e sapatos com bom custoXbenefício, eu recomendaria por lá as lojas da Christian Dior e o outlet do Yves Saint Laurent, em Villa Crespo.

Fernanda disse...

Bom dia Mari, tudo bem?

Estou indo para Buenos Aires em outubro próximo e gostaria de saber aproximadamente os preços de botas por aí.
Sou de Belo Horizonte e estive olhando os preços por aqui e estao na faixa de R$189,00 a R$200,00.
Mas estou pensando em deixar para comprar aí. O preço é mais em conta? E posso achar mais opções, certo?

Obrigada!!

E seu blog é show!! Muitas dicas boas! Parabéns

Fernanda disse...

Olá Mari, bom dia!

Estou indo para Buenos Aires em outubro próximo e gostaria de saber aproximadamente os preços de botas por aí.
Sou de Belo Horizonte e estive olhando os preços por aqui e estao na faixa de R$189,00 a R$200,00.
Mas estou pensando em deixar para comprar aí. O preço é mais em conta? E posso achar mais opções, certo?

Obrigada!!

E seu blog é show!! Muitas dicas boas! Parabéns

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Oi, Fernanda, tudo bom? olha só, como vc pode ver pelos posts, eu não moro em Buenos Aires, não! E já faz 1 mês e meio que voltei de minha última viagem pra lá, no feriado de 1o. de maio. Não prestei muita atenção no preço das botas, na verdade; mas acho que eram preços bem similares ao Brasil, girando em torno de 200 reais (400 pesos).

Fernanda disse...

Boa tarde Mari, tudo bem sim.

Obrigada pelo retorno.

Você sabe me dizer se aquele cartão Visa Travel Money é bem aceito em Buenos Aires? Restaurantes, cafés, boates e lojas de compras, outlets, essas coisas?

Li muitas coisas a respeito de dinheiro para levar e dizem que a melhor opção é usar o cartao de débito do seu banco. Eu nao possuo conta corrente, então estou pensando em levar dinheiro vivo mesmo, e um cartão de crédito (que nao estao me recomendando pelas altas taxas de IOF e pelo dólar estar em alta). Então, pensei neste Visa Travel Money para colocar uma certa quantia para nao andar com muito dinheiro em mãos.
Pela experiência que você já teve na cidade, o que você me sugeriria?

Obrigada.

Abraço.

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Fernanda, em geral, o VTM e os outros cartões pré-pagos (Amex e Mastercard) são bem aceitos, sim. Mas não é garantia, principalmente porque alguns bancos emitem esses cartões sem o nome do portador. Eu continuo usando muito o cartão de crédito porque tenho interesse nas milhas/pontos que ele me dá. Se vc prefere não usa-lo e não tem cartão de saque do seu banco, melhor levar uma parte no cartão pré-pago e outra parte em cash, por garantia.

Fernanda disse...

Olá Mari,

Pois é. O meu cartão de crédito não me dá milhas/pontos para utilização no exterior.

Pensei no VTM pela baixa cobrança de IOF, sendo somente 0,38% que incide sobre o valor da compra. Diferentemente dos 6,38& do cartao de crédito.

O tempo que você passou em Buenos Aires, você usou o real? Sabe dizer se ele é bem aceito? Ou somente pesos e dólares?

Pensei também em comprar alguns dólares (uns U$150 ou 200) e o levaria o restante em reais para trocar por pesos no Banco de La Nacion, o que você acha?

E aí, levaria somente cartão de crédito somente para algum gasto extra, se precisar, né?

Um Abraço.

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Como comento no blog, Fernanda, nao usei real em nenhum momento. E ele nao eh muito aceito, nao. Algumas lojas ate tem condicao favoravel para pgto em cash em dolares. Usei o tempo todo os pesos q saquei lá e meu cartão de credito. Se vc nao vai mesmo usar o cartão de credito, melhor usar pesos (os reais q vc trocar ou o q vc sacar com seu cartão pre pago)

Fernanda disse...

Obrigada Mari pelas dicas!!!

:)

Abraço.