19 de jul de 2012

Hotel review: Mercure Ciudad Empresarial, Santiago

 Nessa press agora para o Chile, enquanto a CTS nos levava pra cima e pra baixo por Santiago e arredores durante o dia, nosso portinho seguro à noite era o novíssimo Mercure Santiago Ciudad Empresarial, onde ficamos hospedados. 
As disputadíssimas "cabininhas" de vidro do restaurante
 O hotel está mesmo tinindo de novo. E aposto que você, assim como eu, vai achá-lo bem diferente de qualquer outro Mercure no qual tenha entrado (ele tá tão lindou que virou flagship da marca da Accor Hotels em toda a América Latina). 
Adega à vista no restaurante
 A decoração segue uma linha ultra contemporânea e dá ao lobby, recepção e restaurante uma vibe toda de hotel boutique (do lindo balcão do bar em cristal às adoráveis poltronas kitsch, kitsch, kitsch dos Beatles). 
O restaurante para café, almoço e jantar

A recepção ultra informal

 O café da manhã, servido até 10h30, é em sistema buffet, bem completo (tem até pão de queijo :D) e o serviço dos meninos é uma fofura - e eles se viram super bem no portunhol, uma graça. Quem quiser testar o cardápio de almoço e jantar por ali (mesmo não sendo hóspede), também vale a pena: tivemos ali um excelente jantar e o almoço completo durante a semana custa 11.500 pesos (+- 23 dólares).
 Os quartos ali, à exceção das duas suítes, são todos do mesmo tamanho: bem espaçoso, com camonas king size, mesa de trabalho grande, coffee facilities e janelões com vista para a cidade (e a cordilheira no fundo, é claro). O banheiro é grande também e as amenities, de marca própria, são bem simpáticas.
Os quartos dos últimos andares ganham o selinho "privilege" e, ainda que mantenham o mesmo padrão geral dos demais, têm edredons de pluma de ganso, jogo de cama de 500 fios e Nespresso.


A internet (wifi), apesar de um pouco inconstante, é grátis para todos os hóspedes, inclusive nos quartos. 
Quanto à localização, vale dizer que ali não há metrô e também não rola muito sair caminhando para outros bairros, como normalmente faz quem está hospedado em Bellavista, Providência ou Las Condes, por exemplo. Por outro lado, a região é bem segura dia e noite e de táxi são menos de cinco minutinhos para o big Costanera Center ou pros restaurantes e nighlife de Lastarria e adjacências. E são só 15 minutos até o aeroporto. 
No quesito infra, tem também um centro comercial dividindo a mesma quadra e um mercadinho bem ao lado da entrada do hotel.
Curti muito. 

3 comentários:

Débora disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Débora disse...

Ainda vamos conseguir um jantar na cabininha! Questão de honra!

Marianna D'Amore disse...

eu prometo um jantar na cabininha na próxima !!!!