26 de set de 2012

Strada del Vino 4: Fazenda Ammiraglia

 A visita mais completa foi justamente a última: na Fazenda Ammiraglia, dos Marchesi Frescobaldi. O tour foi ótimo, com a primeira degustação acontecendo já como "welcome drink" - fomos caminhando pela propriedade já com a primeira taça de vinho nas mãos, enquanto a hostess nos explicava todo o processo de cultivo, produção e armazenamento.
 A arquitetura também é toda contemporânea, cheia de design em cada cantinho.

 Os tours com degustação valem desde 25 euros (depende dos vinhos escolhidos; sempre pelo menos 3) mas acho que a grande pedida ali é reservar o tour com degustação+almoço.
 Zanzamos pela propriedade sem pressa, saboreando (de verdade, e não apenas degustando) o fresco e baratinho Castello di Pomeno (8 euros a garrafa) ...



 ...e depois o grupo todo se sentou para o almoço com harmonização prato a prato culminando na degustação do excelente Brunello di Montalcino 2007 da casa.

Ótimo azeite da casa também



A degustação com almoço vale 60 euros por pessoa e inclui todos os passos das tradicinais refeições italianas: antipasti, primo piatto, o prato principal e a sobremesa. Cozinha muito, muito boa - pequena, com jeito de caseira, mas pratos super caprichados, ingredientes bem fresquinhos. Gostei muito.

10 comentários:

Luana Santos disse...

Mari,

Estou amando seus relatos sobre a toscana! Vou fazer uma viagem de 13 dias com meu marido, com o seguinte roteiro: 2 noites em Milão, 3 noites em cinque terre e 7 noites na toscana!
Ainda estamos escolhendo a hospedagem na toscana mas queremos ficar perto de san gimignano! O único lugar da toscana que conhecemos é Florença, que amamos mas dessa vez, como queremos alugar um carro e fazer passeios como estes que você esta postando achamos esta uma opção melhor.
Agora, as minhas duvidas:
1) o que vc recomenda: alugar um carro em Milão e ir para cinque terre e depois para toscana com o carro, devolvendo em Milão ( nosso vôo de volta para Londres sai de Milão) ou ir de Milão para cinque terre de trem, passear por lá de transporte publico (trem, barco e metro), ir para Florença de trem e alugar um carro lá para a fase tiscana da viagem? Se você achar a segunda opção melhor, vc conhece alguma locadora de carros em Florença?
2) esses passeios da strada do vino vc fez no mesmo dia? Ou um ou dois em cada dia?
3) estou um pouco preocupada com o vinho e a direção! Amo vinho mas não bebo muito... Como é a fiscalização nas estradas da toscana em relação a isto? Você recomenda alguma outra forma de fazer esses passeios que não seja de carro?
Desculpa por tantas perguntas e obrigada! Beijos

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Oi, Luana! Florença é uma ótima base, mas melhor mesmo para quem viaja em trem. Não que o carro seja um problema lá, não; mas precisa checar quanto o hotel cobra pela vaga na garagem - alguns cobram caríssimo!!! O Laticastelli, que eu já indiquei aqui várias vezes, no caminho a Siena, é uma ótima para quem está de carro, com ótimos preços.
Eu, pessoalmente, prefiro fazer road trips só em estradas com esse appeal mesmo - pessoalmente, pegaria o carro só na parte Toscana da viagem ou no último dia nas Cinque Terre, pra já sair de carro de lá (se vc não vai fazer Florença dessa vez, não tem necessidade de ir até lá para alugar carro). Milão de carro pode ser bem complicada.
E, por último, fiz dois tours por dia na Strada del Vino. Mas, vc sabe, se beber não dirija. A fiscalização não é ostensiva, mas tem. E é uma questão de segurança mesmo: quem vai dirigir não pode participar das degustações - mas participa de todos os tours, é claro, sem o menor problema. Outra opção é contratar um motorista por um dia e fazer todas no mesmo dia, o que também é uma boa ideia.

Boia Paulista disse...

Oi, Mari. Tudo bem? :)

Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

Beijos,
Natalie - Boia Paulista

Luana Santos disse...

Obrigada pelas respostas Mari!!!
Vou seguir seu conselho e só vou alugar o carro quando chegar na toscana!
Eu entrei em contato com o Laticastelli, estou aguardando a resposta!
Sem querer abusar, mas já abusando, surgiram mais três dúvidas:
1) Você acha que vale a pena dividir a estadia (3 noites em florença e 4 noites em um hotel como o Laticastelli)?
2) Você conhece algum motorista para o passeio das vinícolas?
3) O passeio nas vinícolas tem que ser agendado com muita antecedência? Como faço para reservar?

Obrigada de novo, e desculpa a quantidade de perguntas!

beijos

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Acho que vale super a pena dividir a estadia para uma semana, Luana. Florença é ótima como base, vcs podem fazer alguns passeios de trem, mais tranquilos. Ou escolher um outro hotel em outra zona da Toscana também, para diminuir o tempo dos deslocamentos de carro. Usei um motorista ótimo dessa vez; em breve posto o contato aqui. E tem que agendar antes, sim. Em cada post tem o link para a vinícola e daí vc entra em contato com eles. Se preferir fazer em cima da hora, daí é mais garantido comprar um tour com alguma agência local, tá?

Luana Santos disse...

Obrigada novamente Mari!!
Já segui as suas dicas e meu roteiro final ficou assim:
13/10: Milão
14/10 a 17/10: Rapallo - de trem- ( consegui uma promo em um hotel que parece ser mto bom! Como fica entre Gênova e as Cinque Terre acho que vai ser uma boa base)
17/10 a 20/10: Florença -de trem (só falta reservar o hotel)
20/10 a 25/10: laticastelli (consegui fazer a reserva e estou super animada. Já li sua review de lá umas 300 vezes)
25/10: trem para Milão, e aí direto para o aeroporto para voltar para Londres!

Agora vou reservar o carro para a parte final da viagem e os tours nas vinícolas!! Estou aguardando o post com o contato do motorista!!! Muito obrigada por tudo! Vc e seu blog são MARA!!

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Feliz que deu certo, Luana! Para curtir as CinqueTerre, vc também pode fazer uso ilimitado de um trenzinho que sai de La Spezia e percorre as cinco cidades o dia todo. Ótima viagem! Depois vem aqui contar pra gente como foi ;)

Daniel lago disse...

Oi mari, com faço pra fazer esse strada do vino, estou em florenca e vi seunpost no viagem na viagem! Queremos mto tomar o brunello e azer a visitação !
Obrigada Dani

Daniel lago disse...

Oi mari,
Como faço pra fazer a strada do vino. Acabei de chegar em florenca e comunicar 1 semana aqui....

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Dani, vc tem q reservar cada visita diretamente com cada vinicola q te interessar. Em cada post, use o link no nome da vinicola para entrar em contato com eles, ta?