23 de nov de 2012

Lisboa, essa terrinha tão querida!

Comprinhas imperdíveis na fofa, fofa, fofa Amèlie au Théâtre
 Desculpem a ausência de posts. Tô careca de saber que não se deve pedir desculpas por isso mas é mais pra dar um satisfação mesmo, já que gosto de subir novidades aqui diariamente. É que não só os dias andaram corridos, tanto em Madri quanto em Roma, na Úmbria e aqui em Lisboa, com tanta coisa para ver e fazer, como também tive uma pequena pane tecnológica.
Menu degustação do Eleven: o que era bom demais, ficou excelente, irretocável.
 Meu note, que desde a chegada à Madri andava dando sinais de puro estresse, travando o tempo todo e quetais, e não me deixando subir nadinha no blogger (tava só instagramando porque daí ia com celular mesmo), agora parece que partiu mesmo dessa pra melhor (R.I.P.).  E eu com três deadlines correndo, uma loucura.
Passeio de side car do Four Seasons Lisboa: um dos passeios mais divertidos da minha vida. MESMO.
 Agora estou patinando aqui com um new baby computer e vamos ver se rola subir mais novidades, como se deve. Quem está me acompanhando no twitter, no Instagram e no Facebook já viu que aqui em Lisboa tô conhecendo lojinhas incríveis, fazendo passeios indescritíveis (o side car foi simplesmente SENSACIONAL), comendo muuuuito bem, sendo mimada e paparicada no hotel e me divertindo muito com gente querida, numa girls escape deliciosa.
A nova linha by Maison Margiela da H&M tá puro luxo
 A cidade está mais gostosa do que nunca. A vida noturna super movimentada (e segura! com muita gente nas ruas, uma delícia), cheia de lojinhas novas e descoladas, ótimos cafés, restaurantes novos cheios de bossa.
O Ritz Four Seasons Lisboa assim, me mimando todo santo dia
Continuem ligadinhos, aqui e lá, que ainda falta um bocadinho pra essa boa, boa, boa eurotrip terminar ;)

2 comentários:

Unknown disse...

Lisboa não é um máximo?
Moro aqui ha 10 anos, e mesmo me sentido quase uma Lisboeta, todos os dias me apaixono por algo novo...

Beijos e boa viagem, sempre!
Daiane

Luis Santos disse...

Mesmo para um Lisboeta a cidade tem sempre lugares novos para descobrir.
A baixa da cidade tem mudado muito nos últimos anos, vale a pena ir conhecer a nova velha baixa.
Luis Santos
http://documentaromundo.wordpress.com