9 de jan de 2013

Creta: um exemplo do bom senso de oportunidade na promoção turística

Uma das cenas do vídeo bem bolado
Ontem, a fofa da Carmen Lanceta, a espanhola mais brasileira (e querida!!!) do planeta, mandou para mim e algumas outras pessoas um video promocional do escritório de turismo de Creta muito bem bolado.

Eu tuitei na hora e hoje, depois que a Pat do Turomaquia postou o mesmo video, voltei a discutir a ideia com alguns amigos e vim editar esse postzinho já agendado para subir desde ontem :D

O vídeo - parte da campanha Creta: see for yourself, feel for yourself, clique aqui ou no link acima para assistir - poderia ser um tiquinho mais curto, poderia ter um som mais claro e poderia até ajustar outros pontinhos do ponto de vista artístico/marketeiro da coisa (vale lembrar que é um vídeo para gringos). Mas é bacana e uma tremenda sacada: mostram como nem sempre tudo que lemos e ouvimos sobre problemas num destino é capaz de atingir o turista. Ou indo mais longe ainda: como muitas vezes o fatos relatados com alarde pela imprensa internacional são acontecimentos isolados e não generalizados numa cidade, região ou nação. Lembra quando milhares de brasileiros cancelaram seus pacotes à Argentina por medo da gripe asiática? Ou quando outros milhares cancelaram seus pacotes ao Chile pós terremoto e pós erupção do vulcão?

Ninguém tá falando aqui pra bancar o louco e se jogar com tudo num país em plena guerra. Ano passado eu queria ter feito a Síria junto com a Jordânia mas não fui, era inviável, a situação era caótica por lá. Estou adiando o Egito pelo mesmo motivo. Mas é uma questão de bom senso, e de se informar muito antes de viajar e não deixar se levar pelo primeiro alarmismo sensacionalista. O vídeo mostra que, apesar de todo o auê em torno da crise financeira e política da Grécia na imprensa internacional, para o turista a coisa continuava linda em Creta.

Adoraria ver a Embratur fazer um video sobre o Rio, por exemplo, nessa linha.

P.S.: Estive em Creta há muito tempo, em 2005, então nem tem posts sobre lá (acho muito nada a ver gente que posta sobre um lugar que visitou há quase 10 anos, quando tudo no mundo muda tanto, o tempo todo). Mas entrem, porfaplissss, no ÓTIMO blog da Carmen para ler e ver as maravilhas que ela descobriu em Creta. Relato caprichado, fotos incríveis, lugarzinhos show. Imperdível.

7 comentários:

Rapha Aretakis disse...

Vi o vídeo assim que você postou, Mari, e adorei! A Grécia tá no topo da minha bucket list, inclusive, imortalizada no Turomaquia :D Coloquei na cabeça que vou conhecê-la nos meus 30, ou seja, daqui a 10 anos hahaha... mentira, ano que vem! Se for antes, melhor!

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

hahahaha Rapha, mentir idade antes de virar trintona não vale :)))) Eu conheci Creta (há muito tempo, em 2005!) mas fiquei muito pouquinho. Morri nos posts da Carmen sobre lá e quero voltar esse ano ou ano que vem para explorar melhor.

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mariana Duarte disse...

Muito bom mesmo!!!
Realmente, o Rio deveria fazer um vídeo assim porque todos no exterior pensam que o Rio de Janeiro é Cidade de Deus!!!

Anônimo disse...


Mari, eu concordo totalmente com você e com Patrícia de Turomaquia. A crise dos países do sul da Europa torna-se muito mais difícil, se as pessoas evitem visitar esses países, porque muitas pessoas vivem da indústria do turismo.
beijos, cara
Carmen

Tina disse...

Oi Mari, ainda procuro roteiro para Fevereiro!!
Gostaria de saber se é uma boa ideia ir a Grecia, agora em fevereiro/2013? Será que terei como fazer os passeios de barcos entre as ilhas? e a temperatura nao sera frio demais? (nao penso em pegar praia!)

kiss

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Tina, acho desperdício ir para a Grécia agora; as ilhas são infinitamente mais bonitas da primavera em diante. Se quer Europa no inverno, aconselho ficar com cidades mesmo. Tem uma infinidade de opções, a começar pelas capitais. Usa o menu de destinos no final do menu da direita aqui no blog pra pesquisar sobre destinos que estão na sua cabeça e poder decidir.