12 de jan de 2013

Turismo HiLo: como encontrar barbadas de viagem em voos

Promo até de primeira classe com milhas? existe, sim! 
Apesar de, como jornalista, eu frequentemente ter acesso às press rates (tarifas para imprensa, com desconto) na hotelaria quando viajo a trabalho, ter entradas reduzidas em algumas atrações turísticas com a carteirinha profissional e até já ter feito algumas viagens a convite (indicadas aqui como tal, é claro) nos últimos anos, ainda pago a maioria das minhas despesas de viagem como um turista comum – como freelancer, não tenho revista nenhuma nem patrocinador bancando minhas contas, não. Tá tudo explicadinho na página  "modo de usar" aqui do blog. Por isso mesmo, como um turista qualquer (e também tentando sempre equilibrar as contas gastos de viagem X ganhos com os frilas), encontrar boas ofertas é essencial para que eu consiga fazer todas as viagens que planejo para o ano, dentro do meu budget e dentro do meu estilo.

Publiquei hoje cedo um post no Saia pelo Mundo justamente falando do crescimento do estilo HiLo no mundo das viagens e turismo, do qual sempre fui adepta convicta – tentar economizar o máximo possível pra poder viajar muito e sempre, claro, mas sem abrir mão de jeito nenhum da qualidade nas minhas escolhas de viagem, dos voos aos hotéis. Afinal, como em qualquer área do consumo, cada um sabe qual é seu fraco e pra onde destina a maior parte da sua verba, certo? ;)

Como logo depois da publicação do post recebi emails, mensagens no FB e DMs no twitter pedindo dicas de onde exatamente encontrar essas “barbadas” estilosas do turismo, começo hoje uma seriezinha express sobre o assunto. No capítulo de hoje dessa novela, como o turista HiLo pode encontrar barbadas em voos.

 Para mim, a chave de tudo continua sendo o Kayak. Melhor consolidador na minha opinião para pesquisar voos de todo jeito, sejam ida e volta, perna única ou multi-city. Ali aparecem todas as opções disponíveis, me permitindo escolher melhores preços/horários/conexões para daí ir direto nos sites das cias aéreas para finalizar a compra – com raríssimas exceções, continuo achando a compra final do site da própria cia a melhor opção. 

Seguir o twitter e curtir as páginas do FB das companhias aéreas que você mais usa também facilita: você fica sabendo rápido de eventuais promoções e saídas especiais – só não vale comprar passagem no impulso, sem ter um roteiro prévio, mesmo que muito mais ou menos, na cabeça. As promoções geralmente são para classe econômica, mas anda aparecendo com cada vez mais frequência promos nas classes comfort e executiva para América do Sul, EUA e Europa, com descontos bem significativos  (a “comfort” é uma classe que muita gente esquece de pesquisar e em algumas companhias, dependendo da época, chega a ter preços iguais aos da econômica).

Outra quase garantia de preços mais em conta são os voos novos; novas rotas das companhias aéreas costumam ter preços promocionais justamente para atrair novos clientes para esses voos (comprei agora Buenos Aires na nova rota da Turkish justamente nessa vibe, e já aproveitei promos desse gênero em novas rotas de LAN – Lima/Ilha de Páscoa - e TAM – Cidade do México – também, entre outras). Ficar ligado nas notícias do setor é o segredo.

Aconselho também ler sempre o ótimo Aquela Passagem, do Rodrigo Purisch – ali ele não fica alardeando ofertas à torto e à direito mas, sim, e mais importante, ensina COMO aproveitar cada uma delas (explicando o tintim por tintim das "letras miúdas") e tirar o melhor proveito dos programas de fidelidade. Tirar passagens-prêmio em executiva (mesmo que seja uma perna na business e outra na econômica, pra "economizar" pontinhos), tirar passagens prêmio com milhas reduzidas (esse tipo de promo está cada vez mais comum) e saber de promos que permitem transferir pontos do seu cartão de crédito em dobro para alguns programas de fidelidade fazem super a diferença.  (aliás, no site do Rodrigo, mencionado acima, tem um post bem legal explicando sobre esses tipos diferentes de tarifas aéreas que o Tony cita abaixo, nos comentários)

Você pode ler todos os posts dessa série aqui

Tem outras dicas? Diz aí na caixinha de comentários, plissss :D

9 comentários:

Daniel Zotesso disse...

Maravilhoso Mari!

Tony disse...

Mari, querida, uma fonte de barbadas que está me dando muito certo são as passagens "open jaw". Emiti há pouco MAD-GRU-LHR por €330 com a TAM, um terço do preço normal para uma passagem i/v MAD-GRU. Não são passagens para iniciantes e você precisa comprar um voo de volta por separado, mas os achados costumam ser incríveis. Já vi passagem open jaw para a Ásia por 200€. Abs!

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Graaaaande, dica, Tony!!! andei justamente vendo passagens pra Ásia open jaw, excelente. Vou retuitar, graciassss!

Tony disse...

Ainda mais alternativas para os iniciados ou com vontade de saber mais (o blog do Rodrigo é fonte ótima para ir aprendendo): as "double open jaw" e as "end to end" também rendem às vezes resultados fascinantes. Para isso, além de conhecimentos você precisa de muita flexibilidade nas datas (quanta maior a flexibilidade, melhor). Sorte da Mari e do Tony que contam com essa flexibilidade! :-) Bjs.

Tina disse...

O que eh "open jaw" e " double open jaw" , "end to end"?

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Tina, são tipos de passagens diferentes da tradicional ida-e-volta que a maioria de nós compra quando vai viajar. O Aquela Passagem, que está linkado no post, tem vários posts explicando direitinho isso; use a caixinha de busca dele para encontrar mais detalhes. Um dos ótimos posts do Rodrigo sobre esse assunto é esse aqui:
http://www.aquelapassagem.com.br/entendendo-as-regras-de-uma-tarifa/

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Pois é, Tony, tá mesmo mais que na hora de eu aproveitar minha flexibilidade de tempo para fazer ótimo uso desse tipo de tarifa ;)

Carmem Silvia disse...

Ai, quantas dicas interessantes!
Tudo anotadinho aqui para estudar. ;-)

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Tks, Carmem! ;)