22 de jun de 2007

O cruzeiro certo


Quem escolhe zarpar para suas férias num navio, pode ter reações muito diferentes. E eu não estou falando somente de ter ou não enjôos... A escolha do cruzeiro certo faz muita diferença no aproveitamento da viagem. Já pensou embarcar num cruzeiro cheio de famílias com crianças pequenas quando tudo o que você quer é paz e sossego? Ou um casal lá pelos seus setenta entrando num cruzeiro temático para universitários? Ou uma turma de amigos embarcar num cruzeiro tradiconalzão, em que só toca Frank Sinatra nos jantares? A escolha correta depende não só de encontrar aquele com o valor adequado ao seu orçamento, mas também com o foco e a programação condizentes com suas preferências.
Muitos brasileiros ficaram seduzidos coma proposta do Island Escape e seu irmão Island Star, pois seja em seus cruzeiros tradicionais ou nos temáticos, a família Island (islandcruises.com.br) adota um estilo sempre despojado e descontraído e preços camaradas, geralmente começando em cerca de 200 dólarespor passageiro. Todas as refeições estão incluídas, contando até mesmo com um restaurante 24h, e não há nenhum tipo de formalidade a bordo (o que significa também muitas crianças embarcadas). O Blue Dream (cvc.com.br) também faz razoável sucesso em terras brasileiras por ser o único navio com 92% das acomodações com vista para o mar – em grande parte delas, a vista pode ser apreciada através de varandas e não das tradicionais e minúsculas escotilhas. Luxuoso, mantém os eventos tradicionais dos grandes cruzeiros, como o jantar com o comandante e uma boa programação de shows. O Costa Victoria e o Costa Romântica (costacruzeiros.com.br) são opulentos em tamanho (sobretudo o primeiro, com mais de 50 metros de altura e capacidade para quase dois mil e quinhentos passageiros) e se especializaram em grandes eventos em alto-mar, como shows com Roberto Carlos, cantores italianos e jantares de gala(agradam bastante jovens casais). Os MSCs (Armonia e Melody, msccruises.com) agradam o grupo de brasileiros que busca a combinação perfeita entre elegância, lazer e tradição em alta gastronomia italiana. Hospeda interessantes mostras de artes, leva grandes chefs para alto-mar e tem excelência em culinária mediterrânea (bastante freqüentados por casais de meia-idade). O Mistral (cvc.com.br) está se especializando em grandes shows a bordo, como o de Ivete Sangalo no último verão brasileiro, oferecendo também cursos de gastronomia, degustação de vinhos e outras atividades de lazer e entretenimento. O menorzinho de todos (se é que se pode chamar um navio de pequeno) é o Pacific (cvc.com.br), que navega pela Amazônia e também até Fernando de Noronha – com a vantagem de aceitar todos os pagamentos de despesas a bordo em reais.

5 comentários:

Jocieli disse...

Já viajei no Island Escape e adorei. Tanto que já me programei para este ano fazer o cruzeiro de Natal.

Juliana disse...

Eu fiz um cruzeirinho do Island Escape mas nao gostei. É baratinho, mas é simples demais e com crianças demais a bordo. Para casais, melhor escolher outro.

Anônimo disse...

Estou pensando em fazer um cruzeiro nas Ilhas Gregas no proximo mês de junho, em um dos navos da Princess Cruisses. Vc conhece essa empresa? Indica?
Muito obrigado.

Mari Campos disse...

As ilhas gregas são um cenário mais que perfeito para um cruzeiro! Eu nunca viajei pela Princess, mas já ouvi boas referências sobre a companhia.

world soul disse...

Cruzeiro é sempre bom!! (desde que não seja o time de futebol, topo fazer qualquer um!) rsrsr.

Brincadeiras à parte de uma atleticana fanática, acho um cruzeiro uma das modalidades de turismo mais fáceis de agradar. Em sua maioria sempre superam o cliente (principalmente se este for brasileiro) e as paisagens que se tem são sempre exuberantes!

Mesmo quem está disposto a ir em um Island Cruise, tendo em mente que não poderá ter grandes expectativas, acho interessante, pois o custo-benefício é bastante válido.

Fui duas vezes pela MSC, uma no Raphsody e outra no novíssimo Opera, há um mês atrás e adorei. Claro que percalços sempre existem, mas apesar de tudo, acho uma viagem incrível!

Mari, depois dá uma passadinha lá no meu blog, fiz uma crítica grande sobre o assunto: http://viaggiomondo.blogspot.com/2008/01/cruzeiros.html

Para quem ainda não fez sua estréia num navio, acho interessante que saiba sobre o que vc disse aqui. Aliás, isso é fundamental!! Já ouví casos hilários de casais em lua de mel que embarcaram em um cruzeiro gay e outras cositas más... rsrsrs É preciso identificar o perfil, pois por mais interessante que o navio e o roteiro possam ser, se a turma é ruim, a viagem nunca vai ser boa mesmo.. :)

Acho que foi aqui no seu blog que descobrí sobre uma cia da mesma empresa da Easy Jet, chamada Easy Cruise e com preços baratíssimos pela Grécia, Turquia e outros mares por ali... Achei muito legal!!

Bem, já me algonguei demais... rsrsrs

Bjs pra vc! :)