21 de ago de 2007

Como organizar seu orçamento de viagem?

Uma dúvida comum a todo tripulante de primeira viagem é quanto levar em dinheiro para se manter durante as férias. Essa pergunta nunca pode ser facilmente respondida porque depende do estilo, do tipo de viagem e das possibilidades (leia-se $$$) de quem viaja. E depende, é claro, do destino. Quem viaja à Tailândia certamente precisa de muito menos verba disponível que quem viaja à Inglaterra - pelo menos para manter-se por lá. Da mesma forma que quem viaja para morar ou estudar tem que incluir no seu orçamento custos diferentes de quem viaja só a passeio (como aluguel, mensalidades, supermercado etc).
Antes de mais nada, é preciso calcular as suas necessidades na hora de fechar seu orçamento. Saber quanto seu amigo gastou numa viagem X é bom como referência, mas não pode ser regra; orçamento é algo extremamente pessoal e intransferível. De qualquer maneira, vale a pena investir num cartão de crédito internacional, cash e uma reserva em travellers checks ou cartões pré-pagos, como o VTM. O melhor de tudo é ter dinheiro em espécie, claro; mas não vale a pena se arriscar andando por aí com grandes somas de dinheiro no bolso. Ainda assim, sempre vale a pena levar dinheiro na moeda do país visitado já ao sair do Brasil, suficiente para pelo menos os primeiros dias. Hoje em dia, muitos estabelecimentos aceitam facilmente cartões de crédito e vários aceitam também os cheques de viagem. As compras efetuadas com cartão de crédito são taxadas em IOF (2% do valor) mas compensam, pois o câmbio é sempre feito com a cotação oficial da moeda, enquanto nos cheques e no VTM paga-se a cotação turismo. Já para os saques, os cartões de crédito não são aconselháveis, pois cobram tarifas altíssimas por cada saque.
Lembre-se sempre que o valor em alimentação, transporte e entradas para as atrações varia muito de um país para outro, ainda que vizinhos. Assim como um mês de aluguel num apartamento bastante simples pode custar o dobro num país vizinho.
Monte seu planejamento assim:
1) Defina destino, quantidade de viajantes e período de tempo – some hotéis, vôos, traslados, seguro e passeios básicos e coloque tudo numa planilha.
2) Pesquise muito sobre seu destino, dentro de suas preferências: valores médios de restaurantes, ingressos para atrações, transporte público, passeios, shows, vida noturna etc.
3) Como imprevistos – bons e ruins – sempre acontecem, já acrescente no seu orçamento, antes de partir, uma verba extra para emergências.

12 comentários:

Chris disse...

Fazer orçamento de viagem é muito complicado. Nunca gasto o que planejei, é sempre mais. :-)))

Patsy disse...

Hey Mari, eu sempre tento fazer um orcamento, geralmente elaboro um valor por dia, por exemplo EUR 50/dia, tem dia que dobra, mas tem dia que gasto a metade, depende do passeio, dependo do pais, ah depende de tanta coisa, mas vale a pena sim se organizar para nao passar contade e o dinheiro de plastico ajuda sim, mas depois para pagar......... eu geralmente separo o dinheiro que irei levar e eh aquele, tento me virar! Bju

Diogo disse...

Fantástico!!!

Adorei...

Bjos, Diogo

Anônimo disse...

Cada país exige que o viajante entre com uma quantia mínima por dia (fora hospedagem). É bom entrar em contato com a embaixada e saber qual é o valor do país de destino. Por ali vc tem uma idéia. Alguns dias vai gastar mais outros menos! Se for econômico (sem deixar de fazer os principais passeios) dá até para fazer umas comprinhas.

Anônimo disse...

QUERO VIAJAR AO CHILE/SANTIAGO PAARA PASAR POUCOS DIAS COMO MEU FILHO DE TREZE ANOS EM MEU ANIVERSARIO QUAL E A SUA SUGESTAÕ GOSTO DE LUGARES E RESTAURANTES BONS

Mari Campos disse...

Anônimo, Santiago tem inúmeros restaurantes bons, sendo o mais famoso o Como Água para Chocolate.
Para vc conferir uma lista atualizada, inclusive nos preços, dos restaurantes mais legais da capital chilena, dê uma passadinha no www.destemperados.blogspot.com.

Anônimo disse...

oiii... Amei esses comentarios!!! São bem detalhados!!!
Estou louca pra me mudar para Boston oq vc acha Mari? Sou pobre, moro no interior, mas estou cursando faculdade de marketing. Pretendo ir para trabalhar a principio e depois se Deus quiser estudar. E preguiça de trabalhar eu não tenho!! Rsrs... Só quero ter essa experiencia. Já comecei a economizar. Acha q tenho chances nesse País? Bjus...

Pelo Mundo disse...

Anonimo, pra ficar um tempo fora, tem mesmo que economizar. Mas eh preciso pensar direitinho e planejar muito. Ir pra um pais antes de ter emprego definido por la pode ser arriscado. Ou seja, de qq maneira, vc tem que ter dinheiro economizado para se - toc, toc, toc - demorar pra arrumar um emprego e tem que ter visto de qualquer maneira, ok? Planeje direitinho e otimo viagem

flavinha disse...

sou louca pra conhecer paris ,mais tem que ser no verão pq tenho bronquite e tenho medo de passar mau e não aproveitar ... sempre procuro ver lugares quentes para ir e sempre no verão , vc acha que alguém com esse problema respiratório se adapta fácil lá?? sei lá,pelo menos para passar férias?

Pelo Mundo disse...

Flavinha, claro que se adapta! Paris eh uma cidade adoravel; no verao, com ou sem bronquite, vc certamente aproveitara muito.

Pelo Mundo disse...

Flavinha, claro que se adapta! Paris eh uma cidade adoravel; no verao, com ou sem bronquite, vc certamente aproveitara muito.

Kamilinha disse...

Eu tbm sempre gasto mais do que planejei mas adorei suas dicas.. Minha proxima viagem é para a Argentina... Vamos ver como vou me sair no orçamento..

Bjoss