1 de jun de 2008

Uma jóia patagônica chamada Remota

Meus doces dias na patagônia chilena tiveram um anfitrião incomparável: o hotel Remota ( www.remota.cl), na pequena e pacata cidade de Puerto Natales, a cerca de 250 km do aerporto de Punta Arenas.
O hotel, em sistema super all inclusive, é um convite ao ócio criativo, à renovação e à experimentação.
Logo ao chegar ao quarto - lindo e ultra espaçoso - fui recebida assim, com um bilhete escrito à mão pela gerente.
As áreas comuns ficam tranquilas durante o dia, quando todos estão passeando - sim, os passeios também estão todos incluídos, com motorista e guias especialíssimos! - mas se tornam agradabilíssimos espaços de convivência à noite, antes do jantar, quando os hóspedes se reúnem para contar como foi o dia e planejar as aventuras do dia seguinte.
Durante os passeios, o almoço é servido sempre com toda a classe, num lugar agradável. Pisco souer, frutas secas, queijos e consomé abrem o apetite para as carnes, saladas e complementos que vêm pela frente, sempre acompanhados de um bom Casillero del Diablo. Depois, sobremesa, cookies, café e chá.
À noite, o jantar é à la carte, preparado com esmero pelo multitalentoso e simpaticíssimo chef René Spinoza. Acompanhado de excelentes vinhos, é claro.

E para fechar o dia com o puro deleite da paisagem patagônica, que tal a Sala do Ócio, com vista espetacular à frente?

3 comentários:

Erika disse...

um luxo esse hotel, Mari! E o mais bacana é que conseguiu unir o luxo e conforto sem abrir mão do charme e do estilo da região

FILIGRANA disse...

Bacanérrrrimo o hotel !!! Grande dica ;)

Ro disse...

Lindo esse hotel! Rústico, aconchegante, espetacular!