5 de dez de 2011

Museo Gurvich: deliciosa surpresa em Montevidéu

Um dos murais do artista, introduzindo a imagem dos 3 cegos  (centro), frequente em suas obras
 Na minha visita anterior à Montevidéu, eu tinha visitado os museus tradicionais da cidade. Dessa vez, fui nos museus mais novos e diferentes, como o Museo Gurvich, que resultou numa adorável surpresa.
A minha favorita de todas que vi por lá, da série "Parejas"
 Eu confesso que sabia quase nada sobre o artista e sua obra antes de pisar ali. Gostei tanto que acabei saindo desse museu - que fica em plena Plaza Matriz - direto para o Google para me informar mais sobre o trabalho dele.
Obra sobre os sete pecados capitais
 O museu é pequeno, mas é bem acolhedor e didático, com as obras dispostas em 3 andares diferentes (e conta também com uma micro loja ao lado da recepção/bilheteria).
A sala mais escura guarda as esculturas de Gurvich
 Ali estão expostos desenhos, pinturas, óleos sobre tela, objetos, murais  e esculturas de Jose Gurvich, judeu nascido na Lituânia mas que viveu a maior parte de sua vida no Uruguai (entre viagens à Europa e Israel, onde também viveu num kibutz).
O ateliê do artista, reproduzido no 2o. andar

A sala dos óleos sobre tela
 Vivia na periferia da cidade conhecida como El Cierro, e várias paisagens de Montevidéu estão retratadas ali - embora muitas de suas obras estejam nas mãos de colecionadores privados hoje em dia.
Consegue ver o pastor com as ovelhinhas na parte superior da imagem? Era uma das formas de Gurvich assinar suas obras
 Falta um apoio de informações escritas para os visitantes sobre o artista, como a clara influência do realismo fantástico em suas obras. As obras inacabadas, nas quais Gurvich ainda trabalhava quando morreu precocemente, aos 47 anos, de infarto, também estão expostas, reunidas no 3o. piso.

Info:
Entrada: $50 (pesos uruguaios, aprox R$5)
3as. feiras: grátis

2 comentários:

Valéria disse...

Oi Mari!
também adorei este museu, mas como você conseguiu tirar estas fotos? Não nos deixaram, tentei tirar aquela foto grande dele que fica na escada e levei reprimenda.rsss
Bjos

Mari Campos - Pelo Mundo disse...

Oi, Valéria! Não pode fotografar mesmo. Eles me autorizaram porque sou jornalista e vou usar o material numa reportagem.