29 de jan de 2012

Santa Helena: I´ve been there (yeay!)

Olha ela aparecendo no nosso horizonte bem cedinho

 Já contei pra vocês que uma das três principais razões de eu ter escolhido essa travessia Brasil-África do Silver Whisper foi justamente a oportunidade de, enfim, pisar na remota Saint Helena.
 Essa ilhota britânica, "perdida" no meio do Atlântico, despertou amores de Darwin, foi exílio de Napoleão e passou por vários domínios diferentes, desde os primeiros portugueses que ali pisaram em 1502 (quando ainda era desabitada) até os ingleses, que a "dominam" até hoje.
 E eu, hoje, enfim, tive o grande prazer de colocar meus pezitos felizes da vida nela. Pequena e muito, muito montanhosa, é cercada de uma água tão esmeralda que chega a impressionar.  Fui logo cedo pra varanda para poder ver a chegada e vi um monte de outros passageiros fazendo exatamente a mesma coisa. Para muitos, que estão nesse trecho simplesmente como parte do World Cruise ou também da rota Fort Lauderdale-Cingapura (a grande maioria), era só uma ilha curiosa para conhecer. Para outros que, como eu, escolheram JUSTAMENTE  a rota Rio-Cape Town (somos até que vários, sabiam?), hoje era tipo um dia "once in a lifetime".


 Da casa de Napoleão à sede do governo atual, passando pelo mais antigo habitante vivo da ilha - Johnatan, uma tartaruga imensa de quase 200 anos - e por uma ladeira impressionante de exatos 699 degraus, tratei de ver muito no pouco tempo que tivemos na ilha - infelizmente, nosso schedule sofreu umas alterações por causa da própria rota e precisamos deixar a ilha bem antes do programado (e eu só ficava pensando no Desmond dizendo "brotha, we have to go back to the island" :-DDDDDDDDD)
 Tem muita coisa pra contar, montes de curiosidades super bacanas dessa ilha tão tão tão remota - fica prum post bem bonitão na volta. Mas já adianto que tô levando pra ilha umas moedinhas das Saint Helena´s Pounds e que, claaaaaro, fiz questão de mandar cartão postal de lá - um dos mais remotos correios do mundo.

 Foi lindo, gente. Emocionante mesmo.
O navio parecendo só um barquinho visto do alto da ilha <3

(ah! pra quem também sonha em chegar a Santa Helena mas não tá afins de cruzeirar até lá, vale saber que a construção do aeroporto acaba de ser aprovada na ilha e o dito cujo deve estar concluído em cinco anos)

13 comentários:

Mauricio Oliveira disse...

Com um aeroporto por lá, breve se tornará uma "Fernando de "Noronha". É rezar para não destruirem a ilha!

Carla disse...

Mari, isso me fez lembrar o dia em que finalmente aportei nas Malvinas... Vai explicar o fascínio que essas ilhas remotas no meio do oceano exercem! ;-)

Arthur disse...

E quantos visitantes o Johnathan já deve ter recebido, hein? ;)

Virginia Lucia disse...

Mari, que lindo!! Que máximo poder realizar esse sonho ainda jovem! Se eu fosse professora de história/geografia iria indicar seus posts pra meus alunos... Fico aqui aguardando o post "bonitão", se este já foi lindo, imagino como será o outro. Beijão.

Mit disse...

Mari, nunca tive vontade de fazer um cruzeiro, mas diante desse post em especial acho que compensa o sentimento de "prisão" dentro do navio pra chegar lá. Ou então esperar o aeroporto ficar pronto! :D

Natalia Gastão disse...

Que bacana Mari!
Sabe que euzinha nunca me ligue tanto em Santa Helena... Mas ler seu relato emocionante me deixou curiosa!
Aproveite a viagem!!!

Mô Gribel disse...

Amei, Mari!

Mal posso esperar pelo post!

Lena disse...

Puxa, sabia que você estava em um cruzeiro, mas não sabia onde! Indo pra Namíbia agora, né? Demais! Aproveite muito! :-) Bjs

Nathalia Molina disse...

Que bonito este seu post, dá pra sentir a tua emoção. Aproveite a viagem!

The Blog Of Rebelling Buildings disse...

Poxa, vc esteve em santa Hlena e fez um post mixuruca desses...sinceramente, avá,,, queria um relato detalhista de tudo... aposto que se fossem em Miami a senhora não ia deixar por menos né...avá...

The Blog Of Rebelling Buildings disse...

Poxa, vc esteve em santa Hlena e fez um post mixuruca desses...sinceramente, avá,,, queria um relato detalhista de tudo... aposto que se fossem em Miami a senhora não ia deixar por menos né...avá...

Anônimo disse...

Bravo pela aventura!!!!
Bjs
Carmen

Carmem Silvia disse...

Mari, que linda a cor dessa água.
Eu também quero fotografar o nascer do sol em Santa Helena!