25 de mar de 2012

Para passear em Dubai

Apesar de a maioria dos brasileiros se dedicar de modo quase exclusivo ao esporte das compras nos gigantes malls de Dubai - sobretudo o Dubai Mall, considerado o maior do mundo, e o Mall of the Emirates, o tal com a fatídica pista de ski no seu interior - tem várias outras cositas para ver na cidade, seja numa conexão rapidoca como a minha ou com mais tempo para curtir.
O city tour básico contempla as partes novas e antigas de Dubai, com passadinha pela praia (em geral, Jumeirah Beach, entre o gigantesco Jumeirah Beach Hotel e o icônico Burj al Arab), pela Mesquita de Jumeirah, pelo bairro antigo de Bastakia e pela Dubai city, que é um verdadeiro deleite ao olhos para os fãs da arquitetura contemporânea e futurística (eu comprei, como já contei pra vocês, na própria recepção do hotel, no guichezinho de uma agência local chamada Sun Tours (+971 4 7028813), que está instalada também em outros hotéis, por US$30). Os city tours têm entre 2 e 4 horas.
Alguns tours passam também pelos souks. Os souks de Dubai são fichinha perto dos de Marrakech e, sobretudo, perto dos bazares de Istambul. Em compensação, são puro ouro - tudo ali brilha que é uma loucura! O Gold Souk vende, obviamente, ouro: de bijoux folheadas a joionas impressionantes e até pratos, copos e tudo em muito quilates. O Spice Souk é o mais antigo e, na minha opinião, mais interessante: tem uma infinidade de especiarias diferentes e lembrancinhas de todo tipo.
A maioria dos brasileiros que eu conheci lá tinha comprado também o cruzeiro com jantar e show. Por US$60, são duas horas passeando pelo waterfront de Dubai Creek num cruzeirinho noturno com jantar tipo buffet servido enquanto a cidade se ilumina.
Mas o passeio mais relembrado pelos turistas no voo de volta a São Paulo era, sem dúvida, o safári no deserto. Por mais ou menos US$70 por pessoa, o passeio sai no final da tarde para um rallyzinho de 4x4 nas dunas do deserto e termina num acampamento montado à maneira beduína com buffet de comidas típicas, show de dança do ventre e tatuagem de henna e passeios de camelo para os interessados (o que tinha de mulher com as mãos decoradas com henna no voo não era brincadeira ;-D).

Nenhum comentário: