4 de abr de 2013

Cidade do Cabo express: o que fazer em poucas horas

Se seus planos são ficar vários dias na Cidade do Cabo (o que eu, particularmente, aconselho MUITO!), é só usar o menu à direita aqui do blog (ou aqui) para encontrar várias sugestões de passeios para explorar bem essa cidade, que eu considero uma das mais lindas do mundo. Fiquei uma semana da primeira vez, quatro dias da segunda e não consigo me cansar dela, da Table Mountain onipresente aos museus.
Mas nessa última viagem agora em março, à trabalho, fizemos praticamente uma conexão na cidade. Nosso voo chegou quase meia-noite e às sete da manhã já deixavamos o hotel para explorar a cidade rapidamente antes de rumar para Hermanus, que era nosso destino de fato.
Então, se você terá apenas poucas horas ali antes de rumar para outro destino, vou deixar aqui um itinerário básico e eficiente para você aproveitar seu tempo por lá, seja pela primeira, segunda ou enésima vez, para ver a cidade num roteirinho rapidex:


- Table Mountain. Vá. Nem pense em não ir. Tudo bem que de quase todo canto da cidade a gente vê seu formato quadradão onipresente, geralmente contrastando com um céu azul de doer. Mas, ao contrário de outras atrações famosas - tipo a Torre Eiffel, em Paris - a Table Mountain não é linda só de longe, não. A vista lá de cima é linda tipo ver o Rio do alto do Corcovado, com a Baía de Guanabara escandalosamente linda lá embaixo, sabe? Estive três vezes na cidade, subi as 3 vezes ali e subiria de novo numa próxima visita. Mas, se você tem pressa, compre antes o ticket pela internet - assim você poupa a gigante fila para compra de ingresso e pega só a outra fila - chatinha e grande também - para entrar no teleférico giratório que leva ao topo.

- Waterfront. Além da beleza óbvia do lugar - oceano de um lado, Table Mountain do outro - é animado, cheio de vida, dia e noite. Tem sempre uma musiquinha ao vivo rolando em algum canto, montes de lojinhas, garotada mostrando seus talentos no skate, ambiente delicioso. Ainda tem ali o Victoria Albert Mall, um big shopping que os brasileiros costumam adorar (dentro tem feirinha de artesanato). Para as crianças, tem o aquário logo ali. Do Waterfront também saem os barcos para Robben Island e os ônibus turísticos. E tem vários restaurantes e cafés para uma pausinha.

- Green Market Square. Para mim, o melhor lugar da cidade para comprar bugigangas a preços bacanas. Miniaturas, bijoux, roupas, acessórios, objetos de decor, ali tem de tudo. A maioria das bancas é de namibianos super boa gente que adoram bater papo com brasileiros - mas tem que pechinchar tudinho. Os preços finais costumam ser incríveis.

- Bo Kaap. Adoro o bairro malaio da Cidade do Cabo, tão cativante, colorido, e tão pertinho de tudo. Gosto tanto que ano passado me hospedei ali mesmo. Autêntico pra caramba, tem restaurantes que valem a tentativa e um museu homônimo ao bairro interessantíssimo.

De Bo Kaap, vale uma bela caminhada pelo  centrinho todo. A famosa Long Street fica a 3 quadras e logo depois o Green Market Square e as demais atrações mais famosas do bairro. Se tiver mais tempo, sugiro muito passar pelo District Six Museum, um dos museus mais emocionantes que já visitei. Fãs de museu também devem gostar do museu do Ouro, bem próximo ao Bo Kaap. Fanáticos por futebol ainda podem, ao menos, passar em frente ao belo Green Point Stadium, que recebe visitas diárias (e fica bonitão mesmo visto lá do alto da Table Mountain).

Agora, se você tiver mesmo apenas o tempo de uma conexão por ali - umas cinco horas, por exemplo - acho mais viável (e menos arriscado, já que tem que computar ida e volta para o aeroporto a tempo do seu voo seguinte), sugiro pegar o City Sightseeing Bus que tem dois roteiros bem legais na Cidade do Cabo, incluindo as praias, a Table Mountain, atrações turísticas (da Table Mountain ao District Six) e até as vinícolas de Constantia. E o tour completo da linha mais longa dura aproximadamente duas horas. É só um tira-gosto; mas um tira-gosto eficiente e bem pontual para quem tem muita-muita pressa ficar ma-lu-co planejando uma volta com bastante tempo para poder curtir tudo o que a cidade tem.

Um comentário:

Mari Vidigal disse...

Oi Mari...
Que coincidência...acabei de colocar no ar um post bem parecido com o seu no ideiasnamala

5 motivos para se apaixonar por Cape Town: http://ideiasnamala.com/2013/04/03/5-motivos-para-se-apaixonar-pela-cidade-do-cabo-cape-town/

Abraços
Mari Vidigal